Bolsas asiáticas sobem com leitura positiva do Fed

As bolsas asiáticas fecharam majoritariamente em alta nesta quinta-feira, após uma leitura positiva do comunicado divulgado ontem pelo Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano) e novo esforço pelo banco central chinês para reduzir os custos de financiamento e conter a desaceleração da segunda maior economia do mundo.

SERGIO CALDAS, Estadão Conteúdo

18 de setembro de 2014 | 08h20

O Fed elevou ontem suas projeções para a alta de juros nos EUA, mas sua presidente, Janet Yellen, reafirmou a promessa da instituição de manter as taxas nas atuais mínimas históricas por um "período de tempo considerável". Apesar dos sinais mistos emitidos pelo Fed, os investidores se mostraram mais aliviados com a perspectiva da política monetária nos EUA.

Na China, o PBoC, como é conhecido o BC local, anunciou hoje a redução do juro para acordos de recompra de 14 dias - tipo de empréstimo de curto prazo feito a bancos comerciais - de 3,7% a 3,5%. A taxa não sofria mudanças desde o fim de julho.

"É a forma alternativa do (PBoC) de reduzir taxas de juros, em vez de anunciar um ampla redução de taxa", comentou um corretor sênior em Xangai.

O principal índice acionário da China continental, o Xangai Composto, subiu 0,4%, encerrando o dia a 2.315,93 pontos. O Shenzhen Composto, que acompanha empresas chinesas menores, avançou 0,6%, a 1.279,43 pontos.

Em Hong Kong, por outro lado, o índice Hang Seng recuou 0,9%, a 24.168,72 pontos, após novos dados decepcionantes do mercado imobiliário chinês, com os preços dos imóveis recuando pelo quarto mês consecutivo em agosto. Também fechou em queda a Bolsa de Seul, com o índice sul-coreano Kospi registrando perda de 0,72%, a 2.047,74 pontos.

Em outros mercados menores da Ásia, o resultado do Fed também foi interpretado favoravelmente. O índice Taiex, de Taiwan, avançou 0,5%, a 9.237,03 pontos, enquanto o filipino PSEi subiu 0,8%, a 7.287,29 pontos, e o FTSE Straits Times, de Cingapura, apresentou ganho marginal de 0,02%, a 3.297,29 pontos.

Na Oceania, a Bolsa de Sydney também terminou o dia em território positivo, em reação ao Fed. O índice S&P/ASX 200, das ações mais negociadas no mercado australiano, subiu 0,2%, a 5.415,80 pontos, após atingir o menor nível em dois meses e meio na sessão anterior em meio à ansiedade que precedeu o anúncio do BC norte-americano. Com informações da Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
Ásiabolsas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.