Bolsas asiáticas têm forte recuo; Xangai perde 1,9%

Queda de mercados nos EUA e incertezas sobre crise na Europa afetam investidores

Ricardo Criez, da Agência Estado,

20 de outubro de 2011 | 07h37

As Bolsas da Ásia fecharam no campo negativo. A queda em Wall Street e a ausência de perspectiva de solução para a crise da dívida europeia influenciaram o sentimento dos investidores, que também reagiram aos fatores locais.

Este foi o caso na Bolsa de Hong Kong, influenciada ainda pelas preocupações sobre a adoção de medidas de aperto monetário na China. O índice Hang Seng perdeu 1,8% e terminou aos 17.983,10 pontos.

Na China, os mercados fecharam no menor nível em 31 meses, por causa das preocupações sobre uma potencial crise de liquidez relacionada com novas ofertas de ações, adicionada às vendas no setor de recursos naturais em virtude da queda das commodities. O índice Xangai Composto baixou 1,9% e terminou aos 2.331,37 pontos, o pior fechamento desde 25 de março de 2009. O índice Shenzhen Composto caiu 2,9% e encerrou aos 974,85 pontos.

O yuan se desvalorizou em relação ao dólar, com compras da moeda norte-americana por parte de grandes importadores, apesar de o Banco Central chinês reduzir a taxa de paridade central dólar-yuan (de 6,3727 yuans para 6,3652 yuans). No mercado de balcão, o dólar fecho cotado em 6,3855 yuans, de 6,3775 yuans ontem.

Os investidores não mostraram muito interesse nas compras na Bolsa de Taipé, em Taiwan - parte deles andou de lado, à espera do encontro de cúpula da União Europeia no fim de semana. O índice Taiwan Weighted caiu 1,48% e terminou aos 7.244,32 pontos.

Em Seul, a Bolsa da Coreia do Sul apresentou forte declínio. O índice Kospi perdeu 2,7% e terminou aos 1.805,09 pontos.

Do mesmo modo, na Austrália, a Bolsa de Sydney também teve queda acentuada. O índice S&P/ASX 200 caiu 1,6% e fechou aos 4.144,9 pontos.

A Bolsa de Manila, nas Filipinas, finalizou em linha com os demais mercados regionais. O índice PSE perdeu 0,55%e fechou aos 4.170,57 pontos.

A Bolsa de Cingapura fechou em baixa em linha com os demais mercados regionais. O índice Straits Times cedeu 1,0% e fechou aos 2.694,01 pontos.

O índice composto da Bolsa de Jacarta, na Indonésia, não ficou diferente das demais asiáticas e perdeu 2,1%, fechando aos 3.606,86 pontos.

O impacto das enchentes na Tailândia fez o índice SET da Bolsa de Bangcoc tombar 2,98%, para fechar aos 910,23 pontos.

O índice composto de cem blue chips da Bolsa de Kuala Lumpur, na Malásia, recuou 0,6% e fechou aos 1.441,18 pontos, também seguindo o declínio nas demais asiáticas, com os investidores realizando lucros recentes. As informações são da Dow Jones

Tudo o que sabemos sobre:
bolsasÁsia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.