Bolsas asiáticas têm recuperação técnica; Coreia sobe 0,7%

Fatores locais predominaram, apesar de temores sobre crise nos Estados Unidos e União Europeia

Danila Rossetto, Hélio Barboza e Ricardo Criez, da Agência Estado,

24 de novembro de 2011 | 08h12

A maioria das bolsas da Ásia fechou no campo positivo. Houve recuperação técnica em grande parte dos mercados, após as recentes perdas. Persistiram os temores sobre a economia dos Estados Unidos e da União Europeia, mas os fatores locais dominaram o cenário e o sentimento dos investidores.

Em Hong Kong, o índice Hang Seng avançou 0,4% e fechou aos 17.935,10 pontos.

As Bolsas da China fecharam estáveis, após seis pregões seguidos de perdas, com a presença de investidores em busca de ofertas de ocasião em bancos e imobiliárias. Os investidores andaram de lado, à espera de sinais de Pequim sobre a política econômica. O índice Xangai Composto terminou aos 2.397,55 pontos, enquanto o índice Shenzhen Composto ficou nos 1.026,97 pontos.

O yuan cai ante o dólar depois de o banco central conduzir a moeda para baixo por meio de sua taxa de referência diária. No mercado de balcão, o dólar fechou cotado em 6.3680 yuans, de 6,3590 yuans ontem. A taxa de paridade central dólar-yuan foi fixada em 6,3570 yuans, de 6,3498 yuans ontem.

Na Coreia do Sul, o índice Kospi da Bolsa de Seul teve alta de 0,7% e terminou aos 1.795,06 pontos, com compras por parte de instituições locais.

Em Taiwan, a Bolsa de Taipé encerrou em alta, com recuperação técnica, mas os investidores ainda estão conservadores sobre as dívidas dos EUA e da Europa. O índice Taiwan Weighted avançou 0,85% e fechou aos 6.864,39 pontos.

O mercado na Austrália terminou ligeiramente mais fraco em dia de negociação agitada antes do feriado de Ação de Graças nos EUA. Embora os investidores estivessem preocupados com a dívida soberana europeia e dados decepcionantes das economias dos EUA e da China, as posições vendidas dominaram. O índice S&P/ASX 200 teve queda de 0,2% e encerrou aos 4.044,2 pontos.

Nas Filipinas, a Bolsa de Manila fechou novamente no vermelho, com as perdas limitadas pelo bom desempenho dos demais mercados asiáticos. O índice PSE retrocedeu 0,79% e terminou aos 4.237,65 pontos.

A Bolsa de Cingapura fechou estável, com o sentimento afetado pela fraca demanda pelos títulos alemães. O índice Straits Times ajustou apenas 0,58 ponto e encerrou aos 2.677,15 pontos.

O índice composto da Bolsa de Jacarta, na Indonésia, teve alta de 0,2% e fechou aos 3.696,03 pontos, ajudado pela recuperação nos mercados asiáticos.

O índice SET da Bolsa de Bangcoc, na Tailândia, ficou estável (alta de 0,01%) e fechou aos 976,97 pontos.

O índice composto de cem blue chips da Bolsa de Kuala Lumpur, na Malásia, recuperou-se e subiu 1,0%, fechando aos 1.447,99 pontos, com os investidores aproveitando os baixos preços. As informações são da Dow Jones

Tudo o que sabemos sobre:
bolsasÁsia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.