Bolsas da Ásia apresentam sinais mistos

Investidores andaram de lado, à espera das declarações de Ben Bernanke, na sexta-feira

Antonio Rogério Cazzali, Ricardo Criez e Roberto Carlos dos Santos, da Agência Estado,

28 de agosto de 2012 | 07h09

Os mercados asiáticos fecharam sem tendência definida nesta terça-feira. A Bolsa de Hong Kong terminou estável, em linha com a maioria de sua sessão. Os investidores andaram de lado, à espera das declarações do presidente do Fed, Ben Bernanke, na sexta-feira. O Hang Seng subiu apenas 13,13 pontos e terminou aos 19.811,80 pontos.

Depois de apresentar na véspera o pior resultado em mais de três anos e meio, as Bolsas da China se recuperaram. Os ganhos em várias blue chips levantaram o mercado, apesar da perspectiva sombria sobre a desaceleração da economia doméstica. O Xangai Composto subiu 0,9% e terminou aos 2.073,15 pontos. O Shenzhen Composto avançou 0,4%, aos 856,09 pontos.

A Bolsa de Taipé, em Taiwan, fechou em baixa influenciada pelos setores financeiro e de tecnologia. O índice Taiwan Weighted recuou 1,42%, aos 7.361,94 pontos.

Na Coreia do Sul, a Bolsa de Seul encerrou o dia em baixa de 0,08%, aos 1.916,33 pontos, com fortes vendas estrangeiras.

A demanda por ações de empresas de alto rendimento sustentaram a Bolsa de Sydney, na Austrália. Investidores aguardam por uma série de eventos no exterior, como o encontro de bancos centrais em Jackson Hole (EUA), onde o presidente do Fed, Ben Bernanke, deve falar. O índice S&P/ASX 200 subiu 0,36%, aos 4.359,38 pontos.

Após o feriado de ontem, a Bolsa de Manila, nas Filipinas, fechou em alta, com a presença dos investidores nas blue chips. O PSEi subiu 0,6% e encerrou aos 5.175,62 pontos, com moderado volume de negociações. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
bolsasÁsia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.