Bolsas da Ásia fecham com sinais opostos

Fatores internos estimularam alta em alguns mercados, enquanto outros caíram após fraco desempenho em NY

Hélio Barboza, Ricardo Criez e Roberto Carlos dos Santos, da Agência Estado, Agencia Estado

24 de setembro de 2010 | 07h23

Os principais mercados da Ásia encerraram no campo positivo por conta de fatores internos. Nesta sexta-feira, contudo, outras bolsas foram no embalo do fraco desempenho de Wall Street. Não houve negociações na China por ser feriado.

A Bolsa de Tóquio fechou em queda, mas apenas depois de uma negociação volátil na sessão da tarde, seguindo uma súbita alta do dólar que provocou compras temporárias de ações das principais exportadoras sensíveis ao câmbio, como Toyota e Sony. O índice Nikkei 225 teve baixa de 94,65 pontos, ou 1%, e fechou aos 9.471,67 pontos.

A Bolsa de Hong Kong teve elevação pela quinta sessão seguida, alavancada por novas IPOs e pelo setor imobiliário. O índice Hang Seng subiu 71,72 pontos, ou 0,3%, e terminou aos 22.119,43 pontos, o maior fechamento desde 15 de abril - na semana, o índice acumulou alta de 0,7%.

Já a Bolsa de Taipé, em Taiwan, encerrou o dia em queda, com os investidores relutantes em construir novas posições. O índice Taiwan Weighted retrocedeu 0,4%, fechando em 8.166,62, pontos.

Na Coreia do Sul, a Bolsa de Seul fechou em alta, com a redução das preocupações sobre uma possível recessão global e a expectativa de ganhos robustos de empresas locais no 3º trimestre. O índice Kospi subiu 0,8% e fechou aos 1.846,60 pontos.

A Bolsa de Sydney, na Austrália, acompanhou as bolsas de Nova York e fechou em queda, sob a liderança das ações do setor financeiro. O índice S&P/ASX 200 perdeu 0,7%, fechando aos 4.601,9 pontos.

Nas Filipinas, o índice PSE da Bolsa de Manila avançou 0,3% e encerrou aos 4.078,87 pontos.

A Bolsa de Cingapura terminou em alta, em linhas com os demais mercados asiáticos, mas alguns investidores ficaram de lado depois de embolsar lucros de recentes altas. O índice Straits Times ganhou 0,3% e fechou aos 3.092,68 pontos.

O índice composto da Bolsa de Jacarta, na Indonésia, subiu 1,8% e fechou aos 3.397,62 pontos, novo recorde, com fundos estrangeiros adquirindo blue chips na expectativa de fortes resultados de corporações no terceiro trimestre.

O índice SET da Bolsa de Bangcoc, na Tailândia, teve alta de 0,5% e fechou aos 951,90 pontos, com continuidade de fluxos de capital.

O índice composto de cem blue chips da Bolsa de Kuala Lumpur, na Malásia, recuou 0,5% e fechou aos 1.451,19 pontos, em linha com o fraco desempenho dos mercados regionais, depois do declínio de Wall Street. "Preocupações sobre a economia global está começando a se insinuar, e os participantes realizam lucros depois de fortes ganhos recentemente", disseram dealers. As informações são da Dow Jones

Tudo o que sabemos sobre:
bolsasÁsia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.