Bolsas da Ásia fecham sem tendência definida

Declarações de apoio ao euro da chanceler alemã Angela Merkel ajudaram HK a subir

Agencia Estado

17 de agosto de 2012 | 07h14

A exemplo da véspera, os mercados asiáticos fecharam o pregão desta sexta-feira com sinais variados.

Na Bolsa de Hong Kong, o Hang Seng subiu 0,8% e terminou aos 20.116,07 pontos - na semana, contudo, o índice teve ligeira queda de 0,1%. As declarações de apoio ao euro, feitas pela chanceler alemã Angela Merkel, ajudaram o sentimento do mercado, com os investidores focados em várias blue chips que apresentaram balanços.

Já a Bolsa de Xangai, na China, fechou com pouca variação, na ausência de novas informações sobre possíveis medidas para estimular a economia. A presença de investidores em busca de ofertas de ocasião em alguns bancos peso pesados ofuscou a fraqueza do mercado em geral. O Xangai Composto subiu apenas 0,1% e terminou aos 2.114,89 pontos. Por sua vez, o Shenzhen Composto perdeu 0,3%, aos 876,93 pontos.

Em Taiwan, a Bolsa de Taipé fechou em queda, na falta de novas pistas e com os investidores aguardando a decisão do Tribunal Constitucional da Alemanha sobre o Mecanismo Europeu de Estabilidade, no dia 12 de setembro. O índice Taiwan Weighted caiu 0,30%, aos 7.467,92 pontos.

A Bolsa de Seul, na Coreia do Sul, fechou em baixa com o recuo das vendas ao exterior da Samsung Electronics e a realização de lucros por parte de instituições locais e investidores de varejo. O mercado aguarda decisões do BCE e melhoras na economia dos EUA. O índice Kospi recuou 0,58%, aos 1.946,54 pontos.

Na Austrália, a Bolsa de Sydney fechou em alta, influenciada por balanços corporativos positivos e pelo maior apetite por risco, após as declarações de Merkel. O índice S&P/ASX subiu 0,92%, aos 4.370,10 pontos, a maior pontuação desde 7 de maio.

A Bolsa de Manila, nas Filipinas, fechou em queda, com a maioria dos investidores andando de lado. O PSEi caiu 0,2% e encerrou aos 5.206,81 pontos, com moderado volume de negociações. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
bolsasÁsia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.