Bolsas da Ásia iniciam semana sem sinal definido

HK tem queda com realizações de lucros e mercados chineses sobem com procura por ofertas

Antonio Rogério Cazzali e Ricardo Criez, Agencia Estado

24 de setembro de 2012 | 06h45

Assim como na sexta-feira, os mercados asiáticos fecharam com resultados distintos nesta segunda-feira.

A Bolsa de Hong Kong teve ligeira queda, à medida que os investidores realizaram lucros. O Hang Seng caiu 0,2% e terminou aos 20.694,70 pontos. O setor imobiliário, contudo, contrariou a tendência e seguiu no campo positivo por causa da alta nos preços dos imóveis.

Na China, as Bolsas fecharam em alta, estimuladas pela presença de investidores em busca de ofertas de ocasião em ações cíclicas, após o recente pessimismo sobre a economia doméstica. O Xangai Composto ganhou 0,3% e encerrou aos 2.033,19 pontos. O Shenzhen Composto subiu 0,8%, aos 840,59 pontos.

Em Taiwan, a Bolsa de Taipé fechou em alta, acompanhando as compras de fundos estrangeiros devido à expansão dos bancos centrais globais, que compensaram a liquidação dos papéis. O índice Taiwan Weighted subiu 0,18%, aos 7.768,30 pontos.

Na Coreia do Sul, a Bolsa de Seul fechou em ligeira alta, com o índice Kospi avançando 0,05%, aos 2.003,44 pontos, apesar de o mercado se preocupar com a crise na zona do euro e com a fraca recuperação dos EUA.

Na Austrália, a Bolsa de Sydney fechou em baixa com as ações de recursos conduzindo à retração no mercado depois que Wall Street continuou a perder, mesmo com o estímulo anunciado recentemente. O índice S&P/ASX 200 caiu 0,52%, aos 4.385,47 pontos.

Já a Bolsa de Manila, nas Filipinas, teve a participação dos caçadores de barganhas. O índice PSEi subiu 0,6%, aos 5.325,60 pontos, com moderado volume de negociações. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
bolsasÁsia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.