Bolsas da Ásia têm alta, apesar de cautela com EUA

Na Bolsa de Hong Kong, o índice Hang Seng registrou alta de 1,25% e fechou aos 22.572,08 pontos

Hélio Barboza e Roberto Carlos dos Santos, da Agência Estado,

26 de julho de 2011 | 07h35

Apesar da cautela dos investidores diante do impasse nas negociações em torno do aumento do teto da dívida dos EUA, a maioria das bolsas asiáticas fechou em alta.

Na Bolsa de Hong Kong, o índice Hang Seng registrou alta de 1,25% e fechou aos 22.572,08 pontos, puxado pelas expectativas positivas em relação aos balanços que blue chips de serviços públicos divulgam nesta semana.

Na China, essa mesma expectativa também beneficiou as aéreas. O índice Xangai Composto teve alta de 0,53% e fechou aos 2.703,03 pontos. O índice Shenzhen Composto avançou 0,48% e terminou aos 1.171,27 pontos.

O yuan subiu para mais uma alta recorde diante do dólar, pela quarta sessão consecutiva, em meio à forte desvalorização da moeda dos EUA na rodada asiática e depois que o banco central da China fixou sua taxa de referência diária em uma mínima também recorde. No mercado de balcão, o dólar fechou cotado em 6,4414 yuans, de 6,4450 yuans do fechamento de segunda-feira. A taxa de paridade central foi fixada pela autoridade monetária em 6,4470 yuans por dólar, ante 6,4503 yuans por dólar da segunda-feira.

O índice Taiwan Weighted da Bolsa de Taipé, em Taiwan, avançou 1,28% e fechou aos 8.794,24 pontos, comandado por ganhos em fornecedores locais da Apple, diante da expectativa de maior demanda por produtos da gigante americana no 2º semestre.

Na Coreia do Sul, o índice Kospi da Bolsa de Seul avançou 0,85% e fechou aos 2.168,70 pontos, sustentado pelos papéis de corretoras, refinarias e fabricantes de veículos.

Na Austrália, o índice S&P/ASX 200 da Bolsa de Sydney teve alta de 0,95% e encerrou aos 4.573,3 pontos

A Bolsa de Manila, nas Filipinas, fechou em baixa. O índice PSE recuou 0,33% e terminou aos 4.465,87 pontos.

A Bolsa de Cingapura fechou em alta, seguindo os ganhos na maioria dos mercados asiáticos, mas analistas disseram que o sentimento permanece de cautela. O índice Straits Times subiu 0,5% e fechou aos 3.186,57 pontos.

O índice composto da Bolsa de Jacarta, na Indonésia, avançou 1,1% e fechou em novo recorde de 4.132,77 pontos, na expectativa de fortes resultados de corporações no primeiro semestre e acompanhando os ganhos na maioria dos mercados da Ásia.

O índice SET da Bolsa de Bangcoc, na Tailândia, recuou 0,5% e fechou aos 1.121,63 pontos, com realizações de lucros.

O índice composto de cem blue chips da Bolsa de Kuala Lumpur, na Malásia, ganhou 0,1% e fechou aos 1.561,77 pontos, na ausência de maiores fatores locais de estímulo aos negócios. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
bolsasÁsia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.