Bolsas da Europa encerram com ganho após informes

As principais Bolsas européias fecharam em alta pelo segundo dia consecutivo. Segundo operadores, informes de vendas ou de resultados financeiros de empresas importantes impulsionaram o sentimento positivo dos investidores. Na Bolsa de Londres, o índice FT-100 fechou em alta de 52,4 pontos (0,89%), em 5.929,5 pontos. As ações das mineradoras de ouro estavam entre as que mais subiram, em reação à alta do preço do metal (Anglo American +3,30%, Kazakhmys +6,41%). As ações da Shell, que divulgou resultados, avançaram 2,03%. Entre as ações de empresas que divulgaram resultados também estavam Amvescap (+4,14%), AstraZeneca (-3,34%), British American Tobacco (-1,33%), BT Group (-0,32%), Kingfisher (+3,49%), Legal & General (-0,59%), Reed Elsevier (-0,19%), Rolls Royce (+5,04%) e Smith & Nephew (+7,12%). As do EMI Group recuaram 0,29%, depois de a norte-americana Warner Music desistir da proposta de uma fusão. Entre as empresas que divulgam resultados amanhã, os destaques são Alliance & Leicester, BSkyB, Prudential, Jarvis, SABMiller e De Beers. No mercado de Paris, o índice CAC-40 avançou 58,21 pontos (1,18%), para 5.001,21 pontos. Este foi o primeiro fechamento acima dos 5 mil pontos em mais de dois meses. Um operador disse que o mercado reagiu positivamente aos informes de resultados de grandes empresas e também aos indicadores divulgados nos EUA, que afastaram os temores de uma desaceleração econômica. Entre as ações de empresas que divulgaram resultados, os destaques foram Alcatel (+0,70%), CapGemini (7,70%), France Telecom (-1,45%), Technip (-5,30%), Dassault Systèmes (+10,07%), Vivendi (+0,45%), Thomson (+6,11%), Metropole TV M6 (+0,95%), Publicis (+6,12%) e Pernod-Ricard (+5,30%). As da Total subiram 1,71%, em reação aos informes de resultados da Shell e da Exxon Mobil. As da Renault, que divulgaria resultados depois do fechamento, subiram 3,80%. As da Sanofi-Aventis, do setor farmacêutico, caíram 3,88%, depois de os EUA iniciarem uma investigação criminal sobre a empresa, em meio a um litígio sobre patentes. Schneider Electric, Saint-Gobain, Thales, Michelin, Rhodia e Canal Plus divulgam resultados amanhã. Em Frankfurt, o índice Xetra-DAX fechou em alta de 75,97 pontos (1,36%), em 5.659,07 pontos. "O DAX conseguiu manter-se acima dos 5.600 pontos, que agora tornam-se um nível de suporte sustentável", disse um operador; para ele, o índice poderá subir até 5.750 pontos na próxima semana. As ações da Volkswagen subiram 8,80%, em reação a seu informe de resultados. As da Siemens, que também divulgou resultados, caíram 1,80%. As da DaimlerChrysler avançaram 1,80%, também em reação a seu informe de resultados. Outros destaques do pregão foram ThyssenKrupp (+2,64%) e Commerzbank (+3,35%). As ações da Linde, que divulga resultados amanhã, subiram 1,74%. Deutsche Postbank, Software AG e Südzucker também divulgam resultados amanhã. Na Bolsa de Milão, o índice S&P-Mib terminou com ganho de 293 pontos (0,81%), em 36.499 pontos. As ações da Finmeccanica subiram 2,70%, apesar do fraco informe de resultados da francesa Alcatel. As da Luxottica caíram 1,31%, em reação a seu informe de resultados. As da Pirelli, que também divulgou resultados, subiram 0,47%. As da Bulgari, que divulgaria resultados depois do fechamento, subiram 1,26%. As da ENI, cujo informe de resultados sai amanhã, subiram 1,27%. De acordo com operadores, amanhã o mercado estará atento à Lottomatica, do setor de loterias, porque vai expirar sua oferta para a aquisição da norte-americana Gtech; hoje, as ações da Lottomatica subiram 1,13%. Em Madri, o índice Ibex-35 registrou alta de 133,20 pontos (1,14%), para 11.768,40 pontos, no dia mais rico em informes de resultados do segundo trimestre. Entre as ações que divulgaram balanços, os destaques foram Albertis (+0,27%), BSCH (+1,56%), Banco Sabadell (+0,80%), Telecinco (+2,00%), Repsol (+0,13%) e Telefónica (+0,91%). As da Endesa subiram 4,34%, devido à expectativa de que as autoridades liberem em breve a compra da empresa pela alemã E.On. Gamesa e Unión Fenosa divulgam resultados amanhã. Na Bolsa de Lisboa, o índice PSI-20 fechou em alta de 42,74 pontos (0,45%), em 9.683,53 pontos. As ações da brisa, que havia divulgado resultados ontem depois do fechamento, subiram 0,25%. As do Banco BPI e as da Energias de Portugal fecharam nos mesmos níveis de ontem; ambas divulgariam resultados hoje depois do fechamento, As da Sonae subiram 2,50%, recuperando-se da queda de ontem. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.