Bolsas da Europa fecham com ganho ajudadas por NY

As principais bolsas européias fecharam em alta, impulsionadas pelo bom desempenho do mercado norte-americano, pela nova queda dos preços do petróleo e por informes de fusões e aquisições. Londres Na Bolsa de Londres, o índice FT-100 fechou em alta de 29,4 pontos, ou 0,50%, em 5.966,5 pontos. As ações do setor bancário estavam entre os destaques positivos do pregão. As do Barclays subiram 1,85%, depois de o jornal francês La Tribune dizer que o Citigroup contratou uma firma de advocacia para estudar a idéia de aquisição do banco britânico; além disso, os analistas do ABN Amro reiteraram a recomendação de compra para Barclays. As ações da Halifax, do setor de crédito imobiliário, avançaram 2,3%, em reação a seu informe sobre os preços de imóveis na Grã-Bretanha em setembro; isso beneficiou também as ações dos bancos Bradford & Bingley (+1,39%), Lloyds TSB (+1,01%) e Royal Bank of Scotland (+1,31%); as do HBOS, que controla a Halifax, registraram ganho de 2,25%. A queda dos preços do petróleo beneficiou as ações do setor de viagens (British Airways subiu 3,68% e Carnival teve alta de 2,44%). As ações da British Petroleum operaram boa parte do pregão em queda, mas se recuperaram e fecharam em alta de 0,26%; as da Cairn Energy caíram 3,27% e as da Shell recuaram 0,93%. As ações das mineradoras tiveram perda, em reação à nova baixa dos preços dos metais (Anglo American caiu 2,19%, BHP Billiton cedeu 4,81%, Rio Tinto recuou 3,19% e Xstrata teve baixa de 2,94%). No setor de telecomunicações, as ações da Vodafone subiram 4,09%, em reação a uma apresentação feita pela empresa sobre seus planos para os mercados italiano e espanhol. Paris O índice CAC-40, da Bolsa de Paris, encerrou com ganho de 36,76 pontos, ou 0,70%, em 5.256,55 pontos. As ações dos bancos estavam entre as que mais subiram (BNP Paribas ganhou 2,26%, Crédit Agricole teve alta de 1,33% e Societé Générale avançou 2,36%). As da EADS caíram 4,15%, com o novo adiamento do lançamento do jato Airbus A380; as do grupo Lagardère, que está entre os principais acionistas da EADS, recuaram 1,84%. Entre as seguradoras, o destaque foi AGF, com alta de 5,65%, em meio a informes de uma oferta pela empresa. Frankfurt A Bolsa de Frankfurt fechou com o índice Xetra-DAX em alta de 54,15 pontos, ou 0,90%, em 6.046,37 pontos. As ações da seguradora Allianz subiram 1,84%, refletindo a expectativa de consolidação no setor. As da indústria de caminhões MAN caíram 7,51%, em reação à notícia de que a Volkswagen comprou uma participação superior a 15% na empresa, mas descarta a hipótese de assumir o controle total; as da Volkswagen avançaram 1,28%. As ações da DaimlerChrysler subiram 1,17%, depois de suas vendas nos EUA terem caído menos do que se previa em setembro. As ações da Lufthansa registraram valorização de 2,28%, em reação à queda dos preços do petróleo. No setor de tecnologia, as ações ds Infineon tiveram acréscimo de 3,14%. Milão Na Bolsa de Milão, o índice S&P-Mib fechou em alta de 308 pontos, ou 0,80%, em 38.707 pontos. As ações da Banca Popolare italiana subiram 6,86%, em reação à oferta de aquisição feita pela Banca Popolare di Milano (cujas ações recuaram 0,61%). As ações da Telecom Italia avançaram 1,98%, acompanhando as altas de outras ações do setor na Europa. Madri O índice Ibex-35, da Bolsa de Madri, terminou o dia com acréscimo de 122,10 pontos, ou 0,95%, em 12.982,60 pontos. As ações da Iberia subiram 6,19% e as da Repsol recuaram 0,30%, em reação à queda dos preços do petróleo. As ações da Gamesa avançaram 1,74%, depois de a empresa anunciar um contrato de 2,3 bilhões de euros para fornecer geradores de energia eólica para a Iberdrola. A realização de lucros fez caírem outras ações do setor de energia (Gas Natural perdeu 0,52% e Unión Fenosa cedeu 1,35%). As ações da Telefónica subiram 1,03%. Lisboa Na Bolsa de Lisboa, o índice PSI-20 encerrou em alta de 77,07 pontos, ou 0,75%, em 10.410,33 pontos. As ações do Banco Comercial Português subiram 2,44%, com volume forte; um operador disse que os investidores estão comprando BCP antes de o banco anunciar sua oferta pelo Banco BPI. As ações da Portugal Telecom tiveram ganho de 0,20% e as da SonaeCom recuaram 0,19%. As informações são da Dow Jones.

Agencia Estado,

04 de outubro de 2006 | 14h19

Tudo o que sabemos sobre:
finanças

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.