Bolsas da Europa fecham em alta, ajudadas por NY

As principais Bolsas européias fecharam em alta, em reação ao avanço dos mercados norte-americanos ontem, a informes de resultados de empresas e a notícias sobre fusões e aquisições. A exceção foi Londres, que fechou em leve baixa. Em Estocolmo, as ações da indústria de caminhões Scania subiram 8,3%, depois de a empresa dizer que deverá receber uma oferta de aquisição da alemã MAN. Londres Na Bolsa de Londres, o índice FT-100 fechou em queda de 3,3 pontos (0,06%), em 5.892,2 pontos. As ações da BEA Systems, maior fabricante de armamentos da Europa, caíram 0,71%, depois de a empresa divulgar resultados. Um dos destaques do pregão foi MyTravel, do setor de pacotes turísticos; suas ações chegaram a cair 20%, depois de a empresa divulgar resultados, mas recuperaram parte do terreno perdido e fecharam em queda de 6,4%. No setor de petróleo, as ações da BP subiram 1,20%, depois de elevação de recomendação pelo JP Morgan; as da Shell recuaram 0,57%. As ações da rede de lojas Next, que divulgou informe de resultados, avançaram 7,57%. Paris O índice CAC-40, da Bolsa de Paris, encerrou com ganho de 11,96 pontos (0,23%), em 5.137,93 pontos. Segundo operadores, a falta de indicadores econômicos e a abertura fraca da Bolsa de Nova York provocaram hesitação entre os investidores. As ações da Lagardère, que divulgaria resultados depois do fechamento, caíram 1,61%. Os destaques positivos do pregão foram CapGemini, do setor de tecnologia, com alta de 1,20%, e Gaz de France, com ganho de 1,54%, ainda em reação ao informe de resultados divulgado ontem. As ações da fabricante de telefones celulares e motores para aviões Safram caíram 8,04%, depois da divulgação de seu informe de resultados; as da Gemalto, da área de cartões inteligentes, recuaram 16,15%, também em reação a seu informe de resultados. Frankfurt Na Bolsa de Frankfurt, o índice Xetra-DAX fechou em alta de 32,27 pontos (0,55%), em 5.906,12 pontos. De acordo com operadores, a baixa dos preços do petróleo e o movimento de cobertura de posições, antes do vencimento de futuros e opções nesta sexta-feira ("triple witching"), mantiveram o DAX em território positivo. "De uma maneira geral, o DAX parece bastante saudável no momento, e ele está sendo beneficiado também pela expectativa de consolidação no setor de caminhões na Europa. Mas, se não superarmos o nível de resistência de 5.920 pontos nos próximos dias, o mercado poderá entrar em tendência de queda", disse um operador. As ações da MAN caíram 0,87%, após a empresa confirmar que tem interesse em uma fusão com a sueca Scania. As da DaimlerChrysler, que também fabrica caminhões, subiram 1,99%; as da Volkswagen, que tem participação na Scania, avançaram 1,95%. As ações da SGL Carbon subiram 5,20%, depois de a empresa negar que tenha interesse em comprar a Morgan Crucible. Milão A Bolsa de Milão terminou o dia com o índice S&P-Mib em alta de 61 pontos (0,16%), em 37.981 pontos. Um operador disse que os investidores deverão mostrar muita cautela até o fim do mês, quando o Parlamento italiano deverá votar o Orçamento para 2007. As ações da Mediaset caíram 4,68%, em reação a seu informe de resultados. As da Telecom Italia cederam 0,87%, as da Pirelli recuaram 4,47% e as da Telecom Italia Media perderam 2,58%, ainda em reação ao anúncio da separação da Telecom Italia Mobile (TIM) e das unidades de telefonia fixa. As ações da Fiat subiram 3,07%, com operadores falando em boa demanda por investidores estrangeiros. As ações da Alitalia caíram 10,38%, em reação a seu informe de resultados. Madri Na Bolsa de Madri, o índice Ibex-35 fechou em alta de 42,00 pontos (0,35%), em 12.206,90 pontos. As ações da Iberia subiram 6,19%, em reação aos dados do tráfego de passageiros da empresa em agosto. As da Gamesa avançaram 2,79%, depois de a empresa obter um contrato de 240 milhões de euros para fornecer à China 601 turbinas de vento, com capacidade para gerar 510 megawatts. As da Repsol caíram 1,10%, em reação à baixa dos preços do petróleo. Lisboa O índice PSI-20, da Bolsa de Lisboa, encerrou com ganho de 45,77 pontos (0,46%), em 10.014,53 pontos. As ações do Banco Comercial Português subiram 1,24% e as da Energias de Portugal avançaram 0,65%. As da Portugal Telecom, que divulga resultados amanhã, subiram 0,20%. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.