Bolsas da Europa fecham em alta com alívio geopolítico

A maioria das bolsas européias fechou em alta, em uma reação diretamente associada ao cessar-fogo entre Israel e o Hezbollah, que provocou uma correlata queda dos preços do petróleo. A redução das medidas de segurança nos aeroportos do Reino Unido também estimulou compras. Na Bolsa de Londres, o índice FT-100 fechou em alta de 50,80 (0,87%), na máxima do dia de 5.870,90 pontos."Algumas das tensões geopolíticas retrocederam - eu não diria que os riscos diminuíram - mas há um retorno da confiança", disse o estrategista de ações da HVB Corporates & Markets, Gerhard Schwarz. As ações das companhias de aviação subiram, em reação à queda dos preços do petróleo. A British Airways fechou em alta de 1,9% e a Lufthansa ganhou 2%. O índice CAC-40, da Bolsa de Paris, fechou em alta de 61,41 pontos (1,23%), em 5.046,93 pontos. Na Bolsa de Frankfurt, o índice Xetra-DAX avançou 63,63 pontos (1,13%), em 5.692,00 pontos. O índice S&P-Mib, da Bolsa de Milão, fechou em alta de 221 pontos (0,60%), em 36.900 pontos. Na Bolsa de Madri, o índice Ibex-35 fechou em alta de 126 pontos (1,07%), em 11.903,30 pontos. Na Bolsa de Lisboa, o índice PSI-20 encerrou com ganho de 39,56 pontos (0,40%), em 9.831,19 pontos, com os investidores movendo-se de lado na véspera do feriado nacional de amanhã. As da EDP subiram 1%; as da BCP, 0,4% e as da Sonae, 0,8%. As informações são da Dow Jones.

Agencia Estado,

14 de agosto de 2006 | 14h35

Tudo o que sabemos sobre:
finanças

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.