Bolsas da Europa fecham em baixa com NY sem direção

As principais bolsas européias não conseguiram segurar as máximas atingidas ao longo do pregão e fecharam em queda, com os mercados em Wall Street operando sem direção, após o rali de ontem. "Nós voltamos um pouco, mas depois de uma par de dias fortes, eu não exageraria", disse o estrategista de ações européias do HSBC, Patrik Schowitz. Os mercados de ações europeus, mesmo depois de dois anos de desempenho bastante forte, parece atraente em termos de valor porque o crescimento dos lucros tem sido bom e a rentabilidade do setor corporativo é elevada, acrescentou. "São as cíclicas (ações de empresas cujo desempenho acompanha o da macroeconomia) que estão liderando no momento. As pessoas estão reavaliando onde estamos no ciclo econômico no momento e as pessoas estão pensando que parece haver um pouco mais de crescimento do que imaginávamos", acrescentou Schowitz. As ações das cervejarias ficaram em foco com as notícias de que a InBev estuda fusão com a Anheuser-Busch. As ações da InBev subiram 4% em Bruxelas. As cervejarias Scottish & Newcastle e SABMiller, listadas na Bolsa de Londres, subiram 2,3% e 1,9%, respectivamente. Em outros mercados europeus, a Carlsberg ganhou 2,7% e a Heineken avançou 2,3%. Londres Na Bolsa de Londres, o índice FTSE-100 fechou em alta de 12,1 pontos, ou 0,19%, em 6.433,3 pontos. As ações da editora anglo-holandesa Reed Elsevier subiram 6,6% após a empresa anunciar aumento de 7% do lucro por ação ajustado e reiterar que planeja vender operações nos EUA e as do grupo de bebidas Diageo ganharam 2,4% depois de a fabricante do whisky Johnnie Walker ter anunciado aumento na projeção dos lucros de 2007. Paris O índice CAC-40, da Bolsa de Paris, encerrou em queda de 4,96 pontos, ou 0,09%, em 5.720,88 pontos. Destaque para as altas da Michelin (6,7%) e do grupo de bens de luxo LVMH (5,9%), depois de divulgarem previsões positivas para 2007. Danone fechou em alta de 4,6%. As ações da Thomson perderam 4,4% e as do BNP Paribas recuaram 3,8% com divulgação de resultados decepcionantes. Frankfurt Na Bolsa de Frankfurt, o índice Xetra-DAX fechou em baixa de 2,56 pontos, ou 0,04%, em 6.958,62 pontos. As ações da DaimlerChrysler subiram 3,7% na esteira dos ganhos de ontem. Entre as quedas, as ações da Infineon recuaram 1,1%, apesar de comentários positivos do presidente da empresa. Madri O índice Ibex-35, da Bolsa de Madri, terminou o dia com decréscimo de 28,8 pontos, ou 0,19%, em 14.876,9 pontos. Destaque para as quedas do Santander (-0,14%) e Telefónica (-0,58%). As ações da empresa de energia Union Fenosa perderam 2,9%, o pior desempenho do pregão. Lisboa Na Bolsa de Lisboa, o índice PSI-20 fechou com ganho de 68,14 pontos, ou 0,57%, em 11.929,84 pontos. As ações da Sonaecom subiram 2,5%, as da Sonae SGPC ganharam 4% e as da Portugal Telecom avançaram 0,8%. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.