Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Bolsas da Europa operam em direções opostas

As bolsas europeias operam sem direção única nesta quinta-feira, 27, apesar de dados melhores do que o esperado do mercado de trabalho alemão e um indicador positivo da zona do euro.

Agencia Estado

27 de junho de 2013 | 07h45

Na Alemanha, a taxa de desemprego ajustada se manteve em 6,8% em junho, ante uma previsão dos analistas de 6,9%. Já o índice de sentimento econômico da zona do euro voltou a subir em junho, a 91,3 pontos, de 89,5 pontos no mês anterior, atingindo o maior nível desde maio de 2012.

No Reino Unido, a última leitura do Produto Interno Bruto (PIB) no primeiro trimestre ficou inalterada, ainda indicando crescimento de 0,3% ante os três meses anteriores. Apesar dos indicadores positivos de modo geral, analistas dizem que continuam as preocupações econômicas com a Ásia e Europa. A China, por exemplo, vem lidando com uma crise de liquidez no sistema financeiro.

"Após as sessões turbulentas que as bolsas tiveram, será necessário muito mais para convencer os investidores a voltar a impulsionar as ações para altas recentes", comentou Mike McCudden, chefe de derivativos da Interactive Investor.

Além disso, os mercados na Europa aguardam para as próximas horas uma série de indicadores dos Estados Unidos, incluindo dados sobre renda pessoal, índices de atividade e o levantamento semanal de pedidos de auxílio-desemprego.

Às 7h28 (de Brasília), a bolsa de Londres subia 0,36%, enquanto a de Paris se mantinha praticamente estável, com alta marginal de 0,01%, e Frankfurt avançava 0,05%. A de Madri tinha queda de 1,10%, Milão perdia 0,18% e Lisboa recuava 0,38%. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
EuropabolsasAlemanhadados

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.