Bolsas da Europa sobem motivadas por balanços

As principais bolsas européias operam em alta esta manhã, em meio a divulgações de alguns balanços positivos. As ações de bancos recuperam-se de dois dias de baixa. National Bank of Greence apresentava ganho de 2,6%, após ter o preço-alvo e a recomendação para suas ações elevados pelo HSBC. Credit Agricole avançava 0,6% e o banco suíço Julios Baer subia 2,8%, depois de o Citigroup ter elevado o preço-alvo dos papéis do grupo. Na França, as ações do Carrefour ganhavam 4,1%. A segunda maior varejista do mundo disse que a concorrência intensa influenciou na queda de 15,6% de seu lucro líquido em 2005. Mas a companhia mostrou-se confiante de que voltará a ter crescimento do lucro este ano. Alstom subia 0,9%, após o governo francês ter negado ontem rumores de que pretende vender uma fatia na empresa. A Suez divulgou lucro anual melhor que o esperado e confirmou sua meta de crescimento da receita de 4% a 7% para 2007, mas suas ações cediam 0,6%. A farmacêutica irlandesa Elan saltava 22,1%, depois que um painel norte-americano recomendou que um medicamento contra a esclerose múltipla fabricado pela companhia volte ao mercado. Em Londres, as ações da British Airways ganhavam 1,6%. A operadora manteve sua previsão de expansão de 10% da margem operacional no ano até março de 2008, supondo um ambiente externo e preços de combustíveis estáveis. Às 10h35, a bolsa de Londres operava com o índice FT-100 em alta de 0,63%. O Dax, de Frankfurt, subia 0,72% e o CAC-40, de Paris, avançava 0,51%. As informações são de agências internacionais.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.