Bolsas de Londres e Paris caem; Frankfurt sobe

Os principais índices de ações das bolsas européias operam próximos da estabilidade nesta manhã, com inclinação levemente negativa. Há realização de lucros com ações do setor financeiro, enquanto os papéis de empresas exploradoras de recursos naturais valorizam. Às 9h53, na Bolsa de Londres, o índice FTSE-100 cedia 0,11%. Na Bolsa de Paris, o índice CAC-40 recuava 0,12%. Na Bolsa de Frankfurt, o índice DAX subia 0,02%. O setor de tecnologia é impulsionado por notícias da Alcatel-Lucent. O conglomerado de telecomunicações recebeu uma decisão judicial favorável no seu processo movido contra a Microsoft sobre uma infração de patente de MP3. A Microsoft terá de pagar US$ 1,52 bilhão para a Alcatel-Lucent para cobrir danos provocados. As ações da Alcatel-Lucent subiam 2,1% na Bolsa de Paris. Os papéis do setor petrolífero eram negociados em alta, em uma reação à escalada dos futuros do petróleo para acima de US$ 61 por barril em Nova York e Londres. A norueguesa Statoil subia 1,6%, enquanto a Neste Oil, cuja recomendação de investimento foi elevada pelo banco Goldman Sachs de "venda" para "neutra", ganhava 1,4%. As ações da Deutsche Börse (Bolsa alemã) subiam 1,1%, após o Atticus Capital, um fundo de hedge com sede em Nova York, ter elevado a sua participação na bolsa alemã de 7% para 11,7%, ao mesmo tempo em que defendeu a cisão ou a venda da sua divisão Clearstream. A Clearstream é a câmara de registro, compensação e liquidação das operações realizadas na bolsa alemã. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.