Bolsas de Nova York abrem de forma mista

O mercado norte-americano de ações abriu de forma mista, com o índice Dow Jones em alta (0,04%) e o Nasdaq em queda (0,32%), com os investidores à espera da reunião do Federal Reserve (Fed, banco central dos Estados Unidos) amanhã e absorvendo o alerta de lucros feito pela Dell e a elevação da General Motors. Às 10h37, o Dow Jones avançava 0,05%; o Nasdaq caía 0,36%; e o S&P apresentava ganho de 0,01%. As ações do UBS recuavam 0,3% no pré-mercado, depois de anunciar que vai comprar o brasileiro Banco Pactual SA por até US$ 2,6 bilhões. "O Brasil tem um dos mercados financeiros em mais rápido crescimento no mundo e por isso é um foco chave para o UBS", afirmou o executivo-chefe do banco europeu, Peter Wuffli, em comunicado. As ações da Dell despencavam 6,4%. A companhia ontem reduziu suas estimativas de lucro e receita para seu primeiro trimestre fiscal, citando como justificativa ações agressivas de preço na segunda metade do período. Os resultados deverão ser divulgados no próximo dia 18. A empresa prevê agora receita de US$ 14,2 bilhões e lucro de US$ 0,33 por ação, ante a estimativa anterior de receita entre US$ 14,2 bilhões e US$ 14,6 bilhões e lucro de US$ 0,36 a US$ 0,38 por ação. GM subia mais de 3%, após seus papéis terem sido elevados pelo Deutsche Bank de vender para manter. O banco alemão afirmou que os recentes movimentos das ações provocaram um montante significativo de liquidez e que o risco de acontecimentos catastróficos diminuiu. A também componente do índice Dow Jones McDonald's avançava 0,6% com o anúncio de que suas vendas de mesmas lojas em todo o mundo cresceram 6,2% em abril. Às 10h15, as negociações com índices futuros foram interrompidas com o S&P 500 em alta de 0,01% e o Nasdaq 100 estável. As informações são da Dow Jones.

Agencia Estado,

09 de maio de 2006 | 10h39

Tudo o que sabemos sobre:
finanças

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.