Bolsas de Nova York abrem em alta

As Bolsas de Nova York abriram em alta. O índice Dow Jones ganhava 0,10% às 12h32, enquanto o Nasdaq subia 0,36%. Mas a expectativa com o depoimento do presidente do banco central americano, Ben Bernanke, deve manter os negócios travados neste início de pregão. A apresentação de Bernanke sobre as condições da economia americana e política monetária ao Senado dos EUA está previsto para as 13 horas (de Brasília). No cenário corporativo, as atenções voltam-se para a Coca-Cola e para a DaimlerChrysler. A Coca Cola subiu 0,6%, depois de anunciar lucro no quarto trimestre acima do previsto pelos analistas. A DaimlerChrysler avançou 5%, após indicar que considera a venda ou cisão da Chrysler. O conselho da empresa informou que nenhuma opção foi desconsiderada para as operações da Chrysler no plano de reestruturação, o qual foi fechado em reunião ontem, após meses de estudo. A DaimlerChrysler anunciou também seu lucro líquido do quarto trimestre, o qual caiu 40% em relação ao ano anterior. No entanto, o lucro operacional de 5,52 bilhões de euros, superou a meta da companhia. Os papéis da Applied Materials avançaram 3,6%, depois de prever aumento em suas encomendas no segundo trimestre fiscal. O mercado acionário deu pouca atenção ao número sobre vendas no varejo em janeiro, as quais ficaram estáveis, surpreendendo economistas que previam aumento de 0,4% das vendas. O resultado provocou, entretanto, retração do juro dos títulos do Tesouro dos EUA e pequena ampliação na queda do dólar. Com informação da Dow Jones e de agências internacionais.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.