Bolsas de Nova York abrem sem direção única

Às 12h57 (de Brasília), o Dow Jones e o S&P subiam respectivamente, 0,31% e 0,18%, enquanto o Nasdaq registrava queda de 0,18%

Regina Cardeal, da Agência Estado,

29 de dezembro de 2010 | 12h33

As Bolsas de Nova York abriram esta quarta-feira sem direção única. O índice Dow Jones deve estender os ganhos de ontem, mas a falta de notícias macroeconômicas e corporativas significativas deixam os investidores sem muito em que se concentrar.

Às 12h57 (de Brasília), o Dow Jones e o S&P subiam respectivamente, 0,31% aos 11.611,90 pontos e 0,18% para 1.260,79 pontos, enquanto o Nasdaq registrava queda de 0,18% aos 2.666,69 pontos.

Dados econômicos mistos divulgados ontem levaram o Dow Jones para a máxima em 28 meses. O Dow Jones subiu 20,51 pontos, ou 0,18%, para 11.575,54 pontos. O S&P também subiu, enquanto o Nasdaq teve leve queda.

"Suspeito que o mercado tentará fechar numa nova máxima numa sessão morosa", disse Peter Cardillo, economista da corretora Avalon Partners. Ele disse que os participantes do mercado também vão acompanhar o leilão de US$ 29 bilhões em títulos de sete anos do Tesouro americano marcado para esta tarde. Ontem, a fraca demanda no leilão de notes de cinco anos provocou uma alta sensível no juro projetado pelos Treasuries.

Entre as ações em foco devem estar a da seguradora Allstate Corp, que processou o Bank of America e sua unidade Countrywide Financial por um investimento de US$ 700 milhões feito pela Allstate em ativos lastreados em hipotecas.

Os preços dos metais também devem atrair as atenções do mercado, depois que ouro e cobre renovaram suas máximas na sessão de hoje. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
bolsasDow JonesNasdaq

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.