Bolsas de Nova York caem com juro em alta

As preocupações com o juro em alta dos títulos do Tesouro dos Estados Unidos (Treasuries) e a revisão de previsão trimestral feita ontem à noite pela companhia Texas Instruments pesam sobre o mercado de ações norte-americano nesta terça-feira. Os índices futuros da Bolsa de Nova York abriram em queda também influenciados pela divulgação do recuo de 0,5% do indicador de produtividade nos EUA no quarto trimestre do ano passado ante igual período de 2004 e de crescimento de 3,3% dos custos da mão-de-obra. Às 11h34, o índice Dow Jones recuava 0,17%, enquanto o índice Nasdaq caía 0,385. As ações da Texas Instruments operavam em baixa de 3% no pré-mercado, depois de a fabricante de chips de telefonia móvel ter estreitado suas projeções para os resultados deste trimestre, reduzindo o teto de sua previsão de receita, para algo de US$ 3,22 bilhões a US$ 3,35 bilhões. A projeção anterior era de receita de US$ 3,11 bilhões a US$ 3,38 bilhões. Ao contrário, a Qualcomm revisou nesta manhã em alta suas estimativas para o trimestre. A empresa agora prevê receita de US$ 1,75 bilhão a US$ 1,82 bilhão e lucro por ação de US$ 0,40 e US$ 0,41. Antes, as projeções eram de receita de US$ 1,63 bilhão a US$ 1,73 bilhão e lucro por ação de US$ 0,35 a US$ 0,37. Companhias pequenas e prestadoras de serviços públicos estão sob pressão desde ontem, já que a alta do juro dos Treasuries levanta preocupações com a saúde dos lucros corporativos e com a estabilidade dos preços das ações. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.