Bolsas de Nova York caem com setor de tecnologia

Os principais índices das Bolsas em Wall Street seguem em queda, depois de as previsões de lucro da Apple terem desapontado os investidores, pesando nas demais ações de tecnologia. Já o discurso do presidente do Federal Reserve (Fed, banco central dos EUA), Ben Bernanke, não trouxe nenhuma dica sobre os rumos da política monetária. ?As pessoas esperavam que ele fosse dizer algo sobre a economia?, disse o consultor Paul Note, da Hinsdale Associates, destacando que as ações começaram a cair quando ficou claro para os investidores que a fala de Bernanke ao Comitê de Orçamento do Senado americano ficaria restrita ao déficit americano. ?Então nós começamos a ver mais realização de lucro?, explicou. Entre as quedas, destaque para os papéis da Apple, que recuavam 5%. O enfraquecimento do setor de tecnologia também afetou os papéis da Intel, que perdiam 1,9%, da IBM, que caíam 0,1%, e da General Electric, que recuavam 1,2%. As ações de energia também caíam, com a forte queda dos preços do petróleo, que chegou a ficar abaixo dos US$ 50 o barril. Os papéis da Exxon Mobil recuavam 0,9%. Às 17h55 (de Brasília), o índice Dow Jones recuava 27 pontos, ou 0,21%, o S&P 500 estava em queda de 6 pontos, ou 0,43%, e o Nasdaq perdia 41 pontos, ou 1,66%. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.