Bolsas de Nova York fecham em queda

As Bolsas dos EUA fecharam em queda nesta quinta-feira, 07, um dia depois de o índice Dow Jones registrar novo recorde de alta. Traders observaram que a queda foi mais acentuada entre as ações de tecnologia e as de pequena capitalização, em dia marcado pelo começo dos negócios com ações da plataforma de rede social Twitter. O Dow teve sua maior queda em pontos em um mês e o S&P-500 fechou no nível mais baixo desde 27 de agosto.

Agencia Estado

07 de novembro de 2013 | 20h01

Pela manhã, o mercado reagiu positivamente à nova redução da taxa de juros do Banco Central Europeu (BCE) e à divulgação da estimativa preliminar do PIB dos EUA no terceiro trimestre. O crescimento à taxa anualizada de 2,8% superou as previsões, alimentando a expectativa de que o Federal Reserve passe a reduzir em breve seu programa de compras de bônus. Mas o componente de estoques no setor privado respondeu por 0,83 ponto porcentual daquele crescimento, o que levantou temores de que o consumo não esteja acompanhando a oferta - e de que a expansão seja muito mais fraca no quarto trimestre.

As ações do Twitter subiram 73,56%; outras ações de redes sociais caíram (Facebook -3,26%, LinkedIn -4,16%). Entre as ações de empresas que divulgaram resultados do terceiro trimestre, os destaques foram Qualcomm (-3,84%) e Whole Foods Market (-11,18%). Entre as ações de empresas que divulgariam resultados depois do fechamento, os destaques foram Disney (-2,61%), Groupon (-4,75%) e Priceline.com (-3,41%).

Contribuindo para a pressão sobre o Nasdaq, as ações da indústria de carros elétricos Tesla caíram 7,42%, em reação ao noticiário sobre um terceiro incêndio em carros da empresa em menos de um mês. As ações do Goldman Sachs caíram 2,37%, depois de o banco dizer que suas despesas legais vão crescer devido a uma investigação sobre suas atividades na área de hipotecas.

O índice Dow Jones fechou em queda de 152,90 pontos (0,97%), em 15.593,98 pontos. O Nasdaq fechou em queda de 74,62 pontos (1,90%), em 3.857,33 pontos. O S&P-500 fechou em queda de 23,33 pontos (1,32%), em 1.747,15 pontos. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
bolsas de valores

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.