Bolsas de Nova York renovam níveis recorde

A bolsa de valores de Nova York voltou a renovar seus níveis recorde de fechamento em uma sessão na qual os investidores optaram por ações consideradas mais seguras enquanto escutavam atenciosamente à sabatina de Janet Yellen, indicada para chefiar o banco central norte-americano a partir do ano que vem, pelo Comitê de Bancos do Senado.

Agencia Estado

14 de novembro de 2013 | 20h21

O índice industrial Dow Jones avançou 54,59 pontos, ou 0,35%, encerrando a sessão a 15.876,22 pontos. Trata-se do quarto nível recorde de fechamento em cinco sessões.

Ao mesmo tempo, o índice S&P 500 subiu 8,62 pontos, ou 0,48%, terminando em 1.790,62 pontos e fechando em nível recorde pela 35ª vez este ano.

Na Nasdaq, a alta foi de 7,16 pontos (0,18%), para 3.972,74 pontos. A alta do índice foi mais modesta por causa do fraco desempenho das ações do setor de tecnologia.

A vigorosa defesa feita por Yellen do programa de compra de bônus do Federal Reserve foi bem recebida pelos participantes do mercado, que consideram os comentários dela "reconfortantes", avaliou Kim Caughey Forrest, analista da Fort Pitt Capital.

Os principais ganhadores do pregão foram os papéis dos setores de energia, bancos e saúde. As empresas de tecnologia, por sua vez, foram afetadas pela projeção de queda nas vendas da Cisco Systems, cujas ações caíram 11% nesta quinta-feira, 14. Fontes: Dow Jones Newswires e Associated Press

Tudo o que sabemos sobre:
Bolsa de valores

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.