Bolsas de Nova York sobem na abertura

O mercado de ações de Nova York abriu a quarta-feira em alta, após o índice Dow Jones ter registrado ontem a maior queda em pontos em três semanas. Mas a expectativa em torno da decisão do Comitê de Mercado Aberto do Federal Reserve (Fomc) sobre a taxa de juros norte-americana, que será anunciada amanhã, deve travar os movimentos. Às 10h45, o Dow Jones subia 0,15%, o Nasdaq tinha alta de 0,02% e o S&P 500 +0,24%. A probabilidade de o Fed (o banco central dos Estados Unidos) promover amanhã o 17º aperto monetário de 0,25 ponto porcentual na taxa de juros do país é de 100%. A expectativa em torno de um aperto mais agressivo é minoritária nos futuros dos Fed Funds (taxa de curto prazo dos EUA): 8%. Ontem, após uma série de dados bons da economia norte-americana, o mercado elevou de 79% para 84% a possibilidade de ocorrer um novo aperto de 0,25 ponto porcentual, para 5,5%, no encontro do Fomc em 8 de agosto, o que provou um recuo no mercado acionário. Na segunda-feira, a probabilidade era de 84% e caiu para 79%. Os contratos futuros do petróleo para agosto eram negociados em alta de 0,24%, a US$ 72,09 por barril, na New York Mercantile Exchange (Nymex) eletrônica, com os investidores à espera da divulgação dos relatórios sobre estoques do produto e derivados na semana passada nos EUA. A divulgação será às 11h30. No pré-mercado, as ações da Nike eram negociadas em baixa de 2%, após a empresa não ter feito a lição de casa de ampliar os lucros. Em balanço divulgado ontem, a titã de vestuário e calçados esportivos informou que seu lucro no quarto trimestre fiscal diminuiu 4,8%, na comparação ao ano passado, afetado por custos mais elevados de transportes e despesas com uma decisão judicial desfavorável para a companhia na disputa com a subsidiária Converse. As ações da Rambus cediam 14%, após a empresa de tecnologia em design de chips de memória ter informado que uma revisão preliminar do seu conselho descobriu concessões impróprias de opções de ações, o que pode levar a companhia a republicar resultados financeiros divulgados anteriormente. Paralelamente, seis outras companhias anunciaram que estão sendo alvo de investigações federais sobre suas práticas com opções: VeriSign, CNET Networks, Foundry Networks, Applied Micro Circuits, Cyberonics e Progress Software. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.