Bolsas de NY abrem com ganho, mas invertem sinais

As bolsas norte-americanas abriram em baixa e logo inverteram os sinais. A expectativa de analistas é de um pregão com oscilações no mercado de ações de Wall Street. Isso porque amanhã o Comitê Federal de Mercado Aberto (FOMC) do Federal Reserve (Fed, o banco central dos Estados Unidos) define a nova taxa de juros do país. A expectativa dos investidores, porém, é com o comunicado do FOMC, que será divulgado em seguida à decisão dos juros. Circulam especulações desde ontem de que o Fed poderá amenizar o tom do comunicado, incluindo sinais de que está preocupado com a perda de ritmo da economia dos EUA, deixando assim aberta a possibilidade para um corte no juro mais adiante. Às 10h37 (de Brasília),o índice Dow Jones tinha alta de 0,06%; o Nasdaq operava com ganho de 0,10%; e o S&P 500 subia 0,08%.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.