Bolsas de NY abrem em alta após balanços positivos

Às 10h34 (horário de Brasília), o índice Dow Jones subia 0,21%, o Nasdaq avançava 0,35% e o S&P 500 registrava alta de 0,40%

Danielle Chaves, da Agência Estado,

21 de julho de 2010 | 10h31

As Bolsas de Nova York abriram o dia em alta, sustentadas por resultados positivos de empresas como Morgan Stanley e Apple. Hoje, os investidores aguardam com atenção o depoimento do presidente do Federal Reserve (Fed, o banco central dos Estados Unidos), Ben Bernanke, a um comitê do Senado. Às 10h34 (horário de Brasília), o índice Dow Jones subia 0,21%, o Nasdaq avançava 0,35% e o S&P 500 registrava alta de 0,40%.

Morgan Stanley e Wells Fargo anunciaram aumento no lucro no segundo trimestre deste ano, em comparação com o mesmo período do ano passado. Os bons resultados se somaram aos divulgados ontem, após o fechamento do mercado, pela Apple. O lucro da empresa de tecnologia no terceiro trimestre fiscal cresceu quase 78%. Entre outras empresas que anunciaram balanços hoje, o lucro da United Technologies subiu 14% e o da Coca-Cola aumentou 16%.

Na Itália, a Fiat subia 6,18% na Bolsa de Milão, após informar que voltou a ter lucro no segundo trimestre deste ano. A companhia também disse que pode aumentar, no próximo trimestre, suas perspectivas de ganhos para 2010.

Fora do setor corporativo, o centro das atenções hoje será o depoimento de Bernanke ao Senado, às 15 horas (horário de Brasília). "Os investidores estão ansiosos para ouvir o que ele tem a dizer depois de uma série recente de indicadores econômicos que pode abrir as portas para uma posição mais acomodatícia do Fed", afirmou Nick Serff, analista do City Index, em nota a clientes.

Em Frankfurt, o presidente do Banco Central Europeu (BCE), Jean-Claude Trichet, está reunido com outras autoridades da instituição e com executivos-chefes de bancos europeus. A reunião ocorre dois dias antes da publicação dos resultados dos testes de estresse de bancos europeus. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
açõesBolsasNYbalanços

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.