Bolsas de NY abrem em alta com inflação sob controle

As Bolsas de Nova York abriram em alta hoje. O índice Dow Jones subia 0,59% às 10h40 e o índice Nasdaq avançava 0,72%. O principal motivo da melhora é o núcleo do índice de preços ao produtor (PPI), que mede a inflação no atacado e subiu apenas 0,2% em junho, em linha com as expectativas, embora o índice cheio tenha apontado alta de 0,5%, acima da previsão de 0,3%. Os números mostram que pelo menos no atacado, a inflação está sob controle. Amanhã será divulgado a inflação ao consumidor (CPI). Várias empresas grandes já divulgaram balanços hoje pela manhã, mas os operadores aguardam com mais ansiedade os resultados da Yahoo! e IBM, a serem anunciados apenas no final do dia. A expectativa é alimentada por alertas feitos por algumas companhias do setor, como a alemã SAP, na semana passada, e a francesa Atos Origin, hoje. As ações desta última despencavam 19% na Bolsa de Paris. De qualquer modo, os investidores norte-americanos devem evitar transações mais ousadas antes do CPI de junho e do depoimento do presidente do Fed, Ben Bernanke, ao Congresso norte-americano amanhã. No pré-mercado, as ações do Merrill Lynch caíam 0,32%, embora o banco de investimento tenha anunciado crescimento de 44% de seu lucro líquido no segundo trimestre deste ano em comparação com igual período do ano passado, para US$ 1,63 por ação, acima da mediana das previsões de analistas consultados pela Thomson Financial, de lucro de US$ 1,52 por ação. Coca-Cola avançava 0,7%, com o anúncio de que seu lucro líquido no segundo trimestre subiu para US$ 0,78 por ação e a receita atingiu US$ 6,48 bilhões, superando as previsões dos analistas, de lucro de US$ 0,72 por ação e receita de US$ 6,46 bilhões. A também componente do índice Dow Jones Johnson & Johnson ganhava 0,5%, ajudada pelo lucro ajustado de US$ 0,98 por ação, um centavo acima da previsão de analistas. A receita, de US$ 13,36 bilhões, veio em linha. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.