Bolsas de NY abrem em alta com petróleo abaixo de US$ 60

As bolsas norte-americanas abriram em alta, sustentadas pelo recuo abaixo de US$ 60,00 do barril do petróleo e por expectativas de que o número sobre as vendas de imóveis usados reforçarão a possibilidade de manutenção no juro norte-americano. O noticiário corporativo deve influenciar positivamente o comportamento das bolsas. Às 10h35 (de Brasília), o índice Dow Jones avançava 0,47% e o Nasdaq subia 0,45%. O Departamento do Comércio dos EUA divulgará às 11 horas (de Brasília) o nível de vendas de imóveis usados em agosto. A previsão média dos economistas ouvidos pela Dow Jones é de queda de 0,8%. Além da perspectiva de manutenção do juro no próximo encontro de política monetária do Fed, o mercado observa a possibilidade de as autoridades terem de reduzir a taxa dos Federal Funds no começo do ano que vem. Esta percepção está sendo construída a partir dos indicadores econômicos recentes, os quais mostraram queda pronunciada na atividade do país. Portanto, o dado de hoje deve agregar grande atenção. Os investidores estão preparados para más notícias - do ponto de vista de atividade econômica, que potencialmente, prejudica o resultado das empresas. Portanto, será necessário um número surpreendentemente ruim para provocar reação no mercado, disse um especialista. Os investidores ficarão atentos aos papéis da Hewlett-Packard, por conta do anúncio no final de semana de substituição no comando da empresa. Na sexta-feira, a HP informou que o diretor-executivo da companhia, Mark Hurd, irá assumir o cargo de chairman, no lugar de Patricia Dunn. Ela teria participado de um esquema de espionagem na diretoria da empresa. Altria também deve atrair investidores, com expectativa do veredicto de uma ação popular movida contra sua unidade Philip Morris e outras companhias. A ação acusa as companhias de enganar os consumidores, levando-os a acreditar que os cigarros "light" não causam mal à saúde. As informações são da Dow Jones e das agências internacionais.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.