Bolsas de NY abrem em direções distintas

Às 10h50 (de Brasília), Dow Jones perdia 0,31%; Nasdaq cedia 0,66% para 2.354,53 pontos e o S&P 500 caia 0,37%

Cynthia Decloedt, da Agência Estado,

28 de setembro de 2010 | 10h47

As bolsas norte-americanas abriram em direções distintas, com investidores dando pouca atenção aos problemas na Europa e focados nos indicadores norte-americanos e no noticiário corporativo.

Às 10h50 (de Brasília), no entanto, as bolsas ampliavam a queda. Dow Jones perdia 0,31% aos 10.778.52 pontos; Nasdaq cedia 0,66% para 2.354,53 pontos e o S&P 500 caia 0,37% aos 1.137,89 pontos.

O indicador sobre preço das moradias nos Estados Unidos foi favorável, mostrando que os preços dos imóveis residenciais em 20 e 10 cidades subiram em julho na comparação com junho e com agosto do ano passado. Nos dois casos, o aumento foi inferior ao registrado em junho na comparação com maio e também com junho do ano passado. Os futuros reagiram, entretanto, em alta aos dados.

Agora, os investidores devem olhar para o índice de confiança do consumidor do Conference Board de setembro e para o índice de atividade regional do Fed (Federal Reserve)de Richmond, ambos previstos para às 11h (de Brasília).

A Walgreen, maior rede de farmácias dos Estados Unidos, informou que aumento de 7,8% no lucro do quarto trimestre fiscal e mostrar confiança de que seu lucro continuará crescendo.

A Research in Motion, fabricante do Blackberry, anunciou, ontem, que lançará um computador-tablete, o PlayBook, para concorrer com o iPad da Apple. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
bolsasDow JonesNasdaq

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.