Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Bolsas de NY abrem sem direção comum

As bolsas de Nova York abriram sem direção comum, mesmo com a sinalização do presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, de aproximação de um acordo para o impasse sobre a elevação do teto da dívida do país. Além disso, o forte resultado da Apple em seu balanço também animou parte dos investidores. Ontem, depois do fechamento dos mercados, a empresa de tecnologia anunciou lucro e receita superiores aos previstos pelos analistas. Às 10h36 (horário de Brasília), o índice Dow Jones caía 0,15%, o Nasdaq avançava 0,16%, e o S&P 500 futuro tinha alta de 0,12%.

CYNTHIA DECLOEDT, Agencia Estado

20 de julho de 2011 | 10h35

Nesta manhã, a agenda de indicadores econômicos dos EUA tem como destaque as vendas de imóveis residenciais usados em junho, às 11h (horário de Brasília) e os números sobre os estoques de petróleo no país na semana passada, que será divulgado às 11h30.

No noticiário corporativo, os balanços seguem atraindo atenção. Hoje, a United Technologies informou alta de 19% em seu lucro no segundo trimestre para US$ 1,32 bilhão ou 1,45 por ação. As receitas subiram 9,2% para US$ 15,08 bilhões. Analistas esperavam lucro por ação de US$ 1,41 e receitas de US$ 14,7 bilhões.

As ações da AMR, controladora da American Airlines, subiam no pré-mercado, depois de informar que pretende cindir a American Eagle e anunciar a compra de 460 aeronaves da Boeing e da Airbus. A empresa também divulgou seu balanço do segundo trimestre, com prejuízo de US$ 286 milhões ou US$ 0,85 por ação, superando o prejuízo de US$ 0,75 por ação previsto pelos economistas.

Na contramão, os papéis do site de buscas Yahoo! caíam no pré-mercado, refletindo o desapontamento com seu balanço divulgado ontem, que veio em linha ao esperado. Mas a empresa fez projeções de receita para o próximo trimestre que ficaram abaixo das estimativas. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
BolsasEUANYaberturabalanços

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.