Bolsas de NY caem e dólar sobe após alta do juro da Índia

Os investidores temem que o inesperado aumento desencadeie medidas semelhantes na China ou outros países

Regina Cardeal, da Agência Estado,

19 de março de 2010 | 12h59

As ações em Nova York acentuaram a queda nesta sexta-feira depois que o banco central da Índia elevou seu juro, desencadeando o temor de que outros países possam segui-lo. O dólar, por sua vez, sobe forte na esteira da surpreendente medida da Índia e dos crescentes temores sobre os problemas da dívida da Grécia, o que provoca uma queda acentuada dos ativos de maior risco.

 

Numa ação não prevista, o BC da Índia elevou 0,25 ponto porcentual a taxa de recompra, ou sua principal taxa de juro, para 5%, e a taxa de recompra reversa para 3,50%. Os investidores temem que o inesperado aumento desencadeie medidas semelhantes na China ou outros países.

 

O euro caiu a US$ 1,3503, seu menor patamar desde 2 de março, com a anúncio da Índia, que pressionou para baixo a demanda por ouro e outras matérias-primas. A libra britânica recuou 1,6%, caindo abaixo do nível de US$ 1,50. As moedas ligadas a commodities, particularmente os dólares da Nova Zelândia e da Austrália, também caíram juntamente com o ouro, petróleo e prata.

 

A queda nas ações nos EUA e nas moedas high yield é "um sintoma do aumento da aversão ao risco nos mercados", disse Brian Dolan, estrategista-chefe de câmbio da Forex.com. "O catalisador imediato para a aversão ao risco foi o aumento da taxa pelo BC indiano", afirmou.

 

A fuga para a segurança do dólar também é causada pela ansiedade cada vez maior dos investidores antes da reunião da União Europeia no próximo dia 25, uma vez que não está claro se os parceiros da UE vão dar ajuda financeira à Grécia, que enfrenta o vencimento de mais de 20 bilhões de euros em bônus nos próximos dois meses.

 

Às 12h55 (de Brasília), o euro estava em US$ 1,3527, de US$ 1,3611 na tarde de ontem em Nova York. O dólar estava em 90,52 ienes, de 90,33 ienes ontem.

 

O índice Dow Jones recuava 46 pontos, ou 0,43%, para 10.732 pontos. O S&P caía 0,55% e o Nasdaq cedia 0,77%. As informações são Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
ações, bolsa, NY, Dow Jones, Nasdaq

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.