Bolsas de NY devem marcar novo recorde

As bolsas norte-americanas devem iniciar a sexta-feira em alta, apontam os índices futuros. Em dia sem agenda de indicadores nos Estados Unidos, mas marcado pela principal data anual do comércio no país - a Black Friday - as bolsas podem marcar novo recorde e as ações de redes de varejo devem ser o destaque do pregão. Às 12h15 (de Brasília), o Dow Jones futuro subia 0,25%, o Nasdaq ganhava 0,37% e o S&P 500 avançava 0,19%.

ALTAMIRO SILVA JÚNIOR, CORRESPONDENTE, Agencia Estado

29 de novembro de 2013 | 12h38

O pregão se encerra hoje às 13h (16h de Brasília), mas muitos analistas e economistas já não estão trabalhando desde quarta-feira. A maior expectativa do dia é para ver como estão as vendas no varejo na Black Friday. O banco Morgan Stanley espera que esta temporada de final de ano seja a mais fraca desde 2008, com crescimento nas vendas de apenas 1,6%, abaixo dos 3,5% de 2012, por conta da economia ainda crescendo pouco, o desemprego alto e a renda estagnada do trabalhador das classes mais baixas.

Na segunda-feira, a Federação Nacional de Varejo (NRF, na sigla em inglês) promete soltar números preliminares das vendas na Black Friday e no final de semana prolongado, que começou ontem com o feriado de Ação de Graças e marca o início da temporada das vendas de final de ano nos EUA. Além disso, a próxima semana concentrará anúncios importantes. Entre eles, a segunda leitura do Produto Interno Bruto (PIB) do terceiro trimestre e o número mais esperado do mês - o relatório de emprego (payroll) de novembro, que será divulgado na sexta-feira, dia 6.

No noticiário corporativo, o destaque do dia deve ser as ações das empresas de varejo, por conta da Black Friday. Algumas lojas já abriram no início da noite de ontem, como a BestBuy, o WalMart e a Macy''s. As duas maiores redes do país, WalMart e Target, reportaram nesta manhã que o movimento ontem foi "forte", tanto nas lojas físicas como na internet. O WalMart anunciou que fez 10 milhões de transações entre as 18h de ontem, quando abriu as lojas, e as 22h. Foram vendidas dois milhões de televisões e 1,7 milhão de tablets.

No pré-mercado, os papéis do setor operavam em alta. O WalMart subia 0,64%, a BestBuy avançava 0,83% e a Amazon, que começou a oferecer as ofertas da Black Friday no último domingo, ganhava 0,72%.

Tudo o que sabemos sobre:
bolsas de valores

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.