Bolsas de NY e São Paulo invertem sinais e caem

O principal índice da Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa), o Ibovespa, inverteu a direção de alta, acompanhando também a virada de sinal no mercado de ações dos Estados Unidos. As bolsas de Nova York passaram a operar em queda e aprofundam esse ritmo em reação à notícia divulgada esta tarde que os EUA informaram que não irão mais isentar as companhias chinesas das leis anti-subsídios norte-americanas. Às 13 horas (de Brasília), a Bovespa caía 0,09%; o índice Dow Jones perdia 0,47%; e o Nasdaq operava em 0,35%. No câmbio, o dólar comercial reforçava a alta e valia R$ 2,059, na máxima (+0,73%), enquanto o dólar à vista na Bolsa de Mercadorias & Futuros (BM&F) era negociado a R$ 2,060 (+0,99%).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.