Bolsas de NY fecham em baixa, em sessão mais curta

Investidores estão cada vez mais preocupados com a possibilidade de o Congresso não conseguir chegar a um acordo para evitar o abismo fiscal

Renato Martins, da Agência Estado

24 de dezembro de 2012 | 17h45

O mercado norte-americano de ações fechou em baixa, em sessão abreviada por causa do feriado do Natal. As ações dos setores de energia e tecnologia estavam entre as que mais caíram. Traders disseram que os investidores estão cada vez mais preocupados com a possibilidade de o Congresso dos EUA não conseguir chegar a um acordo até o fim do ano para evitar o chamado abismo fiscal - o aumento de impostos simultâneo a cortes automáticos de gastos públicos previsto para o começo de 2013.

"Temos visto ataques de euforia e de preocupação. Há muita psicologia atuando. Temos clientes que não gostam desse ambiente e realizam lucros, mas é difícil determinar o momento certo, e há o risco de perder algum dia de alta forte", disse o trader Frank Ingarra, da NorthCoast Asset Management.

John Fox, diretor de pesquisa e gerente de carteira da Fenimore Asset Management, disse esperar que os partidos políticos cheguem a algum tipo de acordo até a noite de domingo. "No 59º minuto da última hora do último dia, eles vão fazer algum tipo de acordo", afirmou Fox.

As ações da Research in Motion caíram 2,75%; elas já haviam caído 23% na sexta-feira, devido a preocupações quanto à estrutura de tarifas para a próxima versão do BlackBerry. As da Hewlett-Packard caíram 2,30%.

O índice Dow Jones fechou em queda de 51,76 pontos (0,39%), em 13.139,08 pontos. O Nasdaq fechou em queda de 8,41 pontos (0,28%), em 3.012,60 pontos. O S&P-500 fechou em baixa de 3,49 pontos (0,24%), em 1.426,66 pontos. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
dow jonesnasdaqfechamento

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.