Bolsas de NY fecham em queda, com alta do petróleo

O mercado norte-americano de ações fechou em queda, depois de o preço do petróleo alcançar nível recorde. "O petróleo acima de US$ 70 por barril é um vento contrário para o mercado de ações e para o Fed (Federal Reserve, banco central dos EUA), porque o banco central tende a ver isso como inflacionário. Além disso, hoje tivemos o mercado de bônus atraindo os investidores como um ímã, com o juro da título de 10 anos acima de 5%", comentou o estrategista-chefe da Fifth Third Asset Management, John Augustine. Das 30 componentes do índice Dow Jones, 25 fecharam em baixa. O destaque positivo entre as componentes do Dow foi Citigroup, com alta de 1,55%, depois da divulgação de seu informe de resultados. As ações da Intel caíram 1,39%, depois de os analistas da Needham rebaixarem suas previsões sobre os lucros da empresa neste ano e em 2007; outras ações do setor de semicondutores também caíram, entre elas Advanced Micro Devices (-3,8%). As ações da rede de lojas de móveis Home Depot caíram 1,49%, em reação ao fraco índice de confiança divulgado pela Associação das Construtoras de Residências dos EUA. As ações das empresas aéreas também caíram, em reação à alta dos preços do petróleo (AMR -8,8%, Continental -11%, JetBlue -8,9%). As da empresa de petróleo Halliburton subiram 2,4%, depois de a empresa apresentar à SEC o plano de vender menos de 20% de sua subsidiária Kellog, Brown & Root, da área de engenharia e logística, em oferta pública inicial. As ações da Nike caíram 1,8%, depois de a empresa anunciar a nomeação de Roger Wyett como vice-presidente de sua unidade global de vestuário (ele vai substituir Mindy Grossman, que deixou a Nike para assumir o comando da unidade de varejo da IAC/InterActiveCorp). No setor siderúrgico, as ações da US Steel subiram 2,4%, depois de os analistas do Prudential Equity Group elevarem sua recomendação. O índice Dow Jones fechou em queda de 63,87 pontos (0,57%), em 11.073,78 pontos. A mínima foi em 11.039,12 pontos e a máxima em 11.159,99 pontos. O Nasdaq fechou em queda de 14,95 pontos (0,64%), em 2.311,16 pontos, com mínima em 2.299,42 pontos e máxima em 2.332,67 pontos. O Standard & Poor's-500 caiu 3,8 pontos (0,29%), para 1.285,32 pontos. O NYSE Composite subiu 14,2 pontos (0,17%),para 8.242,15 pontos. O volume negociado na NYSE alcançou 1,283 bilhão de ações, de 1,248 bilhão na quinta-feira; 1.480 ações subiram, 1.843 caíram e 143 fecharam nos mesmos níveis de quinta-feira. No Nasdaq, o volume ficou em 1,845 bilhão de ações negociadas, de 1,571 na quinta-feira, com 1.291 ações fechando em alta e 1.785 em queda. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.