Bolsas de NY operam em alta com ajuda de Yahoo

Os principais índices do mercado de ações em Wall Street seguem em alta, puxados pelos ganhos dos gigantes da tecnologia Yahoo e Sun Microsystems, que estão ajudando a compensar o resultado desapontador da Advanced Micro Devices. Os papéis da Yahoo avançam 7,42% e os da Sun ganham 7,95%, enquanto os da AMD recuam 7,77%. "Alguns dos lucros que tivemos na noite passada estão dando suporte ao mercado hoje", disse o economista-chefe de mercado da Avalon Partners, Peter Cardillo. O mercado de ações também reage ao discurso do "Estado da União" do presidente George W. Bush, no qual ele pediu ao Congresso poderes para adotar medidas para baixar o consumo de gasolina, a fim de reduzir a dependência do petróleo. As ações de companhias associadas a produção de etanol, biodiesel e energia renovável ganharam impulso do discurso mais cedo, mas à tarde inverteram a direção, pressionadas por uma liquidação: Verasun Energy Corp caiu 3,67%, Pacific Ethanol despencou 7,18%, Xethanol Corp cedeu 7,82% e Archer Daniels Midland perdeu 3,00%. Às 17h58 (de Brasília), o índice Dow Jones ganhava 65 pontos, ou 0,52%, o S&P-500 subia 10 pontos, ou 0,71%, e o Nasdaq avançava 31 pontos, ou 1,31%. No mercado de bônus, os preços dos títulos do Tesouro dos EUA (Treasuries) registram desempenhos desiguais, com os bônus de longo prazo em leve queda, com respectiva alta dos juros, e os de curto prazo em baixa, com respectivo movimento inverso dos juros, apesar do leilão bem-sucedido de US$ 20 bilhões em papéis de 2 anos. O estrategista da Jefferies & Company John Spinello disse ter esperado alguma firmeza nos preços dos Treasuries depois da venda, mas ?o sentimento negativo generalizado está realmente pesando no mercado?. Segundo ele, ?tem havido muito pouco suporte no mercado e muito pouco entusiasmo por Treasuries?. Amanhã o governo vende US$ 13 bilhões em notes de 5 anos. Às 17h58 (de Brasília), o juro projetado pelo bônus de 30 anos estava em 4,906%, alta de 0,21%; o juro do papel de 10 anos estava em 4,811%, alta de 0,17%; o juro do papel de 2 anos estava em 4,924%, queda de 0,26%. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.