Bolsas de NY operam em alta favorecidas por balanços

As Bolsas de Nova York abriram em alta e mantêm essa direção na primeira parte do pregão. O índice Dow Jones subia 0,56% às 11h15 e o Nasdaq avançava 0,58%. A valorização das ações está sendo garantida pelos balanços financeiros positivos das companhias, não só norte-americanas, mas também de multinacionais européias. Entre as companhias que informaram seus resultados nesta manhã, investidores comemoraram os números das petrolíferas ExxonMobil e Royal Dutch Shell, das montadoras DaimlerChrysler e Volkswagen. As ações da ExxonMobil subiram 1,3% no pré-mercado, diante à divulgação de lucro acima do previsto. A Exxon Mobil lucrou US$ 1,72 por ação, superando com folga o desempenho do segundo trimestre de 2005 (US$ 1,23) e a previsão de ganho em média de US$ 1,64 por ação da pesquisa da Thomson First Call com analistas. Os papéis da DaimlerChrysler avançaram 3,78% em Frankfurt, depois de a empresa informar que seu lucro líquido mais que dobrou no segundo trimestre e reiterar suas projeções para lucro operacional. As ações da Symantec subiram 7,7%, com a informação de ontem de que suas receitas no primeiro trimestre subiram graças à aquisição da Veritas Software e forte demanda por seu software de segurança Norton. As ações do setor farmacêutico caíram. AstraZeneca cedeu 4% na Europa depois de ter revisado em baixa suas estimativas para 2006. Os papéis da Bristol Myers Squibb cederam 1,9%, com informações de que o Departamento de Justiça dos EUA lançou uma investigação criminal e queda de 34% em seu lucro líquido no segundo trimestre. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.