Bolsas de NY operam em alta; HP é destaque

As Bolsas norte-americanas operam em alta graças aos balanços financeiros do banco Morgan Stanley e da empresa de encomenda expressa FedEx, mas operadores não descartam a possibilidade de os ganhos evaporarem ao longo do dia, se os investidores voltarem a mergulhar na angústia causada pela expectativa com a decisão do banco central americano sobre o nível dos juros, na semana que vem. O mercado é impulsionado também por compras de papéis baratos no setor de tecnologia. Entre os destaques do índice Dow Jones estavam as blue chips Caterpillar (que sobe 1,8%), HP (+3,15%) e Alcoa (+2,3%). O estrategista da Cantor Fitzgerald Marc Pado disse que o mercado deve manter o movimento de consolidação até a próxima quinta-feira, dia 29, quando o Fed encerra a reunião de dois dias de política monetária. Depois disso, acredita que as ações poderão ingressar em período de recuperação. "Se o Fed focar-se na desaceleração econômica, mais do que na inflação, o mercado poderá considerar tratar-se de uma indicação de que o Fed considera a possibilidade de interromper o ciclo de aperto monetário", disse. Às 11h55 (de Brasília), o índice Dow Jones subia 0,68% e o Nasdaq registrava alta de 1,05%. O juro do título de 10 anos do Tesouro americano recuava a 5,1446%. O dólar opera em leve alta frente ao iene, a 114,94 ienes e o euro avançava a US$ 1,2641. As informações são da Dow Jones.

Agencia Estado,

21 de junho de 2006 | 11h59

Tudo o que sabemos sobre:
finanças

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.