Bolsas de NY operam em direções opostas

O mercado norte-americano de ações está em compasso de espera pelo fim de semana e pela reunião do Federal Reserve (o BC americano) na semana que vem, quando se espera um aumento da taxa básica de juros para 4,75%. Ações de energia e tecnologia operavam esta tarde em alta, mas pesos pesados como Exxon, Wal-Mart e Home Depot recuavam. Às 16h, o Dow Jones, principal índice das bolsas nova-iorquinas, caía 0,09%, enquanto o Nasdaq, que reúne a maioria das ações de tecnologia, subia 0,18%. Na maior parte do dia, no entanto, as ações foram de forma geral sustentadas pela queda dos juros dos títulos do Tesouro norte-americano (Treasuries), em reação à queda de 10,5% das vendas de imóveis residenciais novos em fevereiro nos EUA, o declínio mais acentuado em nove anos. O juro do título de 10 anos (T-Note) caía para 4,668%. O petróleo, enquanto isso, seguia em alta, em meio a preocupações com a oferta durante a temporada de furacões nos EUA e a queda dos estoques registrada na semana passada. O contrato da commodity para maio negociado em NY subia 0,45%, para US$ 64,20 o barril. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.