Bolsas de NY operam próximas da estabilidade

Os principais índices das Bolsas em Wall Street operam de lado com a expectativa do discurso do presidente do Federal Reserve (Fed, o banco central dos Estados Unidos), Ben Bernanke. Após um calmo início da semana na segunda-feira, os operadores também vão prestar atenção aos discursos de vários dirigentes do Fed. Às 13h27 (de Brasília), o índice Dow Jones subia 0,08%, o Nasdaq avançava 0,05% e o S&P-500 tinha ganho de 0,14%. O petróleo está sendo negociado próximo aos US$ 60 por barril, estimulado pelas expectativas de que a queda nas temperaturas no hemisfério Norte vai aumentar a demanda por óleo de calefação. Na Bolsa Mercantil de Nova York (Nymex), o contrato para março era negociado, às 13h25, em alta de 1,29%, em US$ 59,50 por barril. Nas notícias corporativas, a Tyco, a maior fabricante mundial de conectores eletrônicos e de sistemas de segurança, anunciou crescimento de 43% no lucro do primeiro trimestre do ano fiscal, para US$ 793 milhões no primeiro trimestre fiscal que terminou em 29 de dezembro, de US$ 556 milhões no mesmo período do ano anterior. No entanto, as ações da Tyco recuavam 1,1% na abertura do pregão. A Toyota registrou avanço de 7,3% no lucro líquido no quarto trimestre para US$ 3,55 bilhões, um recorde histórico nos 74 anos da companhia. Os ADRs da Toyota subiam 2,4%. A British Petroleum registrou uma queda de 22% no lucro líquido do quarto trimestre e as ações da empresa perdiam 1,2%. As da Duke Energy recuavam 0,7% com o anúncio de Quade de 36% nas receitas do quarto trimestre. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.