Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Bolsas de NY recuam com inflação maior que o previsto

O núcleo da inflação de varejo dos EUA (que exclui os preços de energia e alimentos) acima do esperado em abril levou as bolsas de valores norte-americanas a abrir em baixa. Os índices futuros de Nova York apagaram a alta do início do dia e aprofundaram a queda na medida em que se aproxima o horário do início do pregão regular. Às 10h31, o índice Dow Jones recuava 0,52%; o Nasdaq, 0,65%; o S&P 500 caía 0,73%. A escalada dos preços da energia, aparentemente, foi repassada para alguns preços amplos da economia norte-americana em abril. O núcleo do índice de preços ao consumidor subiu 0,3%, acima do ganho de 0,2% esperado por economistas. O índice geral avançou 0,6%, confirmando o prognóstico dos analistas. O dado amplia a expectativa de que o Federal Reserve não terá janela de oportunidade para decretar uma pausa em seu ciclo de aperto monetário, como sinalizou o presidente da instituição, Ben Bernanke. No dia 27 de abril, o presidente do Fed, Ben Bernanke, aparentemente, preparou o mercado para uma eventual pausa no ciclo de aperto monetário nos EUA que se aproxima do aniversário de 2 anos. Em depoimento ao Congresso, Bernanke sinalizou, contudo, que qualquer pausa na alta não significaria, necessariamente, o fim dos movimentos da taxa. Na ocasião, ele já tinha indicado que os preços da energia continuam sendo um risco tanto para a atividade econômica como para a inflação ampla. O núcleo do CPI deve criar um obstáculo para a pausa.

Agencia Estado,

17 de maio de 2006 | 10h42

Tudo o que sabemos sobre:
finanças

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.