Bolsas de NY recuam no final e terminam com perda

Pelo segundo pregão consecutivo, o mercado norte-americano de ações recuou no final, depois de ter operado boa parte do dia em alta. O índice Dow Jones chegou a subir 85 pontos durante o dia, para o nível mais alto das últimas três semanas, mas acabou fechando em leve queda. O Nasdaq cedeu à realização de lucros com ações de tecnologia, especialmente as de semicondutores. "O mercado está digerindo uma quantidade enorme de informações, incluindo os informes de resultados e o Oriente Médio. Isso deixa os investidores cautelosos, porque eles sempre temem as notícias de amanhã", comentou o estrategista-chefe do Dudack Research Group, Gail Dudack. Entre as componentes do Dow Jones, o destaque do pregão foi Exxon Mobil, que fechou em queda de 0,20%, depois de ter chegado a subir 1,58% em reação a seu robusto informe de resultados do segundo trimestre (lucro líquido de US$ 10,36 bilhões, 36% maior do que o do mesmo período de 2005; este foi o segundo maior lucro trimestral já registrado por uma empresa de capital aberto nos EUA). As ações da Microsoft caíram 2,01%, depois de uma conferência com analistas em que a empresa não convenceu que poderá lançar seu novo sistema operacional, o Windows Vista, no prazo previsto. Entre as empresas que divulgaram resultados, os destaques incluíram Newell Rubbermaid (+5,8%), Akamai Technologies (+23%), Aetna (-17%), Comcast (+4,2%), Dow Chemical (-10%), Boston Scientific (+4%), Tellabs (-16%), Symantec (+9,1%), Northrop Grumman (-1,5%), Raytheon (-1,8%) e Kellogg (-2,3%). As ações da Bristol-Myers Squibb, do setor farmacêutico, caíram 7,5% e os ADRs (recibos de ações negociados nos EUA) da Sanofi-Aventis recuaram 5,7%, depois de anunciado que as duas empresas estão sob investigação criminal do Departamento de Justiça dos EUA por terem oferecido dezenas de milhões de dólares a uma fabricante de genéricos para que ela adie o lançamento de uma cópia de um de seus medicamentos. Amanhã, a lista de empresas que divulgarão resultados inclui Baker Hughes, Becton Dickinson, Chevron, Ingersoll Rand, Lear Corp. e Waste Management Inc. O índice Dow Jones fechou em queda de 2,08 pontos (0,02%), em 11.100,43 pontos. A mínima foi em 11.090,19 pontos e a máxima em 11.187,76 pontos. O Nasdaq fechou em queda de 15,99 pontos (0,77%), em 2.054,47 pontos, com mínima em 2.052,02 pontos e máxima em 2.093,14 pontos. O Standard & Poor's-500 caiu 5,19 pontos (0,41%), para 1.263,21 pontos. O NYSE Composite recuou 19,42 pontos (0,24%), para 8.144,84 pontos. O volume negociado na NYSE alcançou 1,827 bilhão de ações, de 1,816 bilhão ontem; 1.424 ações subiram, 1.893 caíram e 147 fecharam nos mesmos níveis de ontem. No Nasdaq, o volume alcançou 2,162 bilhões de ações negociadas, de 2,096 bilhões ontem, com 1.139 ações fechando em alta e 1.893 em queda.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.