Bolsas de NY recuam sob influência do juro na China

Às 14h49 (horário de Brasília), o índice Dow Jones recuava 0,30%, o Nasdaq caía 0,53% e o S&P-500 registrava baixa de 0,17%

Regina Cardeal, da Agência Estado,

27 de dezembro de 2010 | 14h48

As Bolsas de Nova York registram perdas nesta tarde, na esteira das bolsas europeias e asiáticas, depois que a China elevou os juros no fim de semana. A medida do banco central chinês acentuou os temores de uma desaceleração da economia na China. Às 14h49 (horário de Brasília), o índice Dow Jones recuava 0,30%, o Nasdaq caía 0,53% e o S&P-500 registrava baixa de 0,17%.

Na quinta-feira, o índice Dow Jones fechou na máxima em dois anos, após subir 0,12%, para 11.573,49 pontos, embora o Nasdaq e o S&P 500 tenham terminado em baixa. Mas na semana passada os três índices acumularam altas, com o Dow Jones somando 0,7%, o S&P 500 1% e o Nasdaq 0,9%.

Não há dados econômicos ou notícias corporativas de destaque previstos na agenda desta segunda-feira nos Estados Unidos, mas as ações das varejistas devem ficar no foco dos investidores por causa da neve, que dificulta a movimentação dos consumidores em um importante dia de compras do ano. Companhias aéreas como US Airways e United Continental também devem atrair as atenções, porque a neve provocou o fechamento parcial de alguns dos maiores aeroportos norte-americanos. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
açõesbolsasNYChinajurosnevasca

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.