Bolsas de NY seguem em alta pelo segundo pregão

As bolsas norte-americanas estão abaixo das máximas do dia, mas seguem em alta pelo segundo pregão consecutivo. Não seria uma má forma para Wall Street terminar o inverno, já que a primavera começa às 20h07 locais de hoje, disseram analistas. Os ganhos de setor de matérias-primas, que se destacaram na alta durante boa parte do dia, diminuíram. Os setores de serviços públicos, bens de consumo e financeiros estão tendo desempenho melhor. Às 16h20 (de Brasília), o Dow Jones subia 0,44%, para 12.280 pontos. O Nasdaq estava em alta de 0,52% e o S&P 500 subia 0,54%. Há exatamente três semanas, o Dow Jones perdeu 400 pontos em meio aos temores de uma crise de liquidez global e de um colapso no mercado de crédito imobiliário a clientes de alto risco (conhecido como subprime) nos EUA. Uma onda de notícias sobre fusões e aquisições anima os mercados desde ontem. O britânico Barclays confirmou ontem que está negociando a compra do holandês ABN Amro. A seguradora britânica Prudential poderia receber uma oferta do American International Group, segundo informe da Reuters. No mercado de títulos do Tesouro dos EUA (Treasuries), que aguarda a decisão amanhã da reunião do BC do país, o papel de dez anos projetava juro em queda de 0,41%, em 4,55135%. O dólar era negociado em 117,29 ienes, de 117,50 ienes na tarde de ontem, e o euro estava em US$ 1,3319, de US$ 1,3295 ontem. As informações são da agência Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.