Bolsas de NY sobem após relatório de emprego nos EUA

As bolas de Nova York abriram em alta nesta sexta-feira, após o relatório de emprego nos Estados Unidos ter sinalizado um quadro de expansão econômica que não justifica um prosseguimento do aperto monetário pelo Federal Reserve (Fed, o banco central dos EUA) para um patamar acima de 5%. Às 10h35, o índice Dow Jones avançava 0,22%, o Nasdaq subia 0,43% e o S&P 500 apresentava alta de 0,30%. O número de vagas criadas em março subiu 211 mil, na comparação com a expectativa de aumento de 200 mil posto. A taxa de desemprego caiu de 4,8% para 4,7%. O ganho médio dos salários subiu abaixo do esperado. Os investidores também receberam bem a notícia da rede de cafeterias Starbucks em março, que surpreendeu ao apresentar crescimento de dois dígitos de suas vendas mesmas-lojas em março. O UBS elevou a meta de preço para a ação da companhia de US$ 40 para US$ 42. As ações da empresa subiam 3,2% no pré-mercado. As informações são da Dow Jones.

Agencia Estado,

07 Abril 2006 | 10h38

Mais conteúdo sobre:
finanças

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.