Bolsas de NY sobem com tom suave do BC sobre inflação

Os principais índices das Bolsas em Wall Street estão em alta, animadas com o depoimento do presidente do Federal Reserve (Fed, banco central dos EUA), Ben Bernanke, ao Comitê de Bancos do Senado. Os investidores comemoraram o tom suave do discurso com relação à inflação, que acalmaram as preocupações aliadas ao potencial de uma nova alta da taxa de juro neste ano. "Bernanke falou de moderação da inflação, disse que a taxa de desemprego não será um problema e que há sinais hesitantes de estabilização do setor de moradia", disse o estrategista-chefe da Jefferies & Co., Art Hogan. "Como não gostar?", acrescentou. Às 16h56 (de Brasília), o índice Dow Jones subia 85 pontos, ou 0,67%, após atingir nova máxima histórica de 12.747 pontos. O S&P 500 ganhava 11 pontos, ou 0,81%, e o Nasdaq avançava 32 pontos, ou 1,33%. O mercado também recebeu bem os resultados positivos da Applied Materials, cujas ações subiam 4,51%, e as discussões sobre reestruturação da DaimlerChrysler, que disparavam 6,76%. Destaque ainda para as ações da Caterpillar (2,46%), United Technologies (2,02%) e American Express (1,72%). As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.