Bolsas de NY sobem, mas acumulam perdas na semana

Dow Jones fechou em alta de 0,31%, Nasdaq avançou 0,50% e o S&P-500 subiu 0,41%

Renato Martins, da Agência Estado ,

27 de maio de 2011 | 17h56

O mercado norte-americano de ações fechou em alta, antes de um fim de semana prolongado. Em dia de volumes reduzidos, por causa do feriado da próxima segunda-feira, o mercado reagiu a declarações otimistas sobre a perspectiva da economia feitas durante a cúpula do G-8 (grupo das oito maiores economias do mundo) em Deauville, na França.

Entre os indicadores divulgados hoje, chamou a atenção o de vendas pendentes de imóveis residenciais usados, que caiu 11,6% em abril ante março, com baixa de 27% em relação a abril do ano passado; os gastos com consumo cresceram 0,4%, menos do que os economistas esperavam.

Entre as componentes do índice Dow Jones, os destaques foram Bank of America (+2,01%), Johnson & Johnson (+1,92%) e Disney (+1,29%).

O Dow Jones fechou em alta de 38,82 pontos (0,31%), aos 12.441,58 pontos. O Nasdaq avançou 13,94 pontos (0,50%), aos 2.796,86 pontos. O S&P-500 fechou em alta de 5,41 pontos (0,41%), aos 1.331,10 pontos. O NYSE Composite fechou em alta de 44,68 pontos (0,54%), em 8.386,34 pontos. Na semana, o Dow acumulou uma queda de 0,56%, o Nasdaq, uma baixa de 0,23%, e o S&P-500, uma perda de 0,16%.

Os preços dos títulos de curto prazo do Tesouro dos EUA subiram, com correspondente alta nos juros. Os investidores buscaram a segurança dos Treasuries depois da divulgação dos dados de vendas pendentes de imóveis residenciais em abril, que ficaram abaixo das previsões. "Estamos longe de uma recuperação econômica verdadeira, ou, pelo menos, de uma recuperação que leve a inflação e as taxas de juro a subirem", disse Kevin Giddis, da Morgan Keegan. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
bolsasDow JonesNasdaq

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.