Bolsas de NY têm alta motivadas por balanços

As bolsas norte-americanas abriram em alta, sustentadas pelos balanços positivos divulgados por algumas empresas, entre as quais estão os da DuPont, da AT&T, da ImClone, da Lexmark, da Lockheed Martin, da JetBlue. As ações da Sun também favoreceram os negócios na abertura. Os papéis da companhia dispararam 10% no pré-mercado, com o anúncio da saída do presidente, Scott McNealy, do cargo após um mandato de 22 anos. Às 10h37 (de Brasília), o Nasdaq subia 0,07%. o S&P 500 avançava 0,09% e o Dow Jones, +0,03%. A alta do petróleo e das demais commodities pode limitar o movimento, enquanto os investidores aguardam a divulgação dos indicadores econômicos desta manhã. A Lucent também apresentou balanço, mas especialistas mostraram preocupação com as informações. A empresa obteve lucro no segundo trimestre fiscal 32% abaixo do mesmo período do ano anterior, enquanto as receitas recuaram 8,4%. A empresa, que aceitou oferta de compra por US$ 13,4 bilhões feita em março pela francesa Alcatel, revelou lucro líquido de US$ 181 milhões ou US$ 0,04 por ação no período, US$ 0,01 acima do previsto pelos analistas. As receitas caíram para US$ 2,14 bilhões no segundo trimestre fiscal. A Lucent previu queda em suas receitas no ano fiscal em relação à receita de US$ 9,44 bilhões obtida no ano fiscal anterior. Segundo a empresa, a desaceleração ocorrerá em razão de retração prevista em US$ 500 milhões nas receitas provenientes da China e da Índia, onde a construção de redes de telefonia celular de mais nova geração foi adiada em conseqüência de problemas com licença. As informações são da Dow Jones.

Agencia Estado,

25 Abril 2006 | 10h39

Mais conteúdo sobre:
finanças

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.