Bolsas de NY têm ganho modesto e petróleo sobe forte

O mercado norte-americano de ações está sem direção definida nesta tarde em Nova York. O índice Dow Jones, da bolsa nova-iorquina, que operou durante boa parte do dia em alta, sentindo o impacto positivo das diversas notícias sobre fusões e aquisições, passou a registrar pequena queda há cerca de uma hora, pressionado pelos preços em alta do petróleo. Às 16h05, oscilava perto do nível de fechamento de sexta-feira, com ganho de 0,08%. O Nasdaq, índice da bolsa eletrônica (que reúne, em sua maioria, ações do setor de tecnologia) subia 0,38%. Ações de construtoras e de empresas de petróleo destacavam-se entre os ganhos, enquanto os papéis de companhias aéreas recuavam. No mesmo horário, o contrato de petróleo para abril, negociado em NY, operava em alta acentuada, de 2,82%, a US$ 61,65 o barril, na maior cotação do dia, sustentado pelas contínuas preocupações com a oferta do produto. A turbulência política relacionada ao Irã e à Nigéria continua na cabeça dos investidores. O juro em leve alta do título de 10 anos do Tesouro norte-americano (T-Note) também prejudicava o mercado de ações. A falta de indicadores econômicos deixava o mercado de títulos sujeito a oscilações técnicas. No mercado de câmbio, o dólar tinha desempenho misto, em alta de 0,09%, para 119,01 ienes, mas em baixa diante do euro. A moeda européia era trocada por US$ 1,1943, em alta de 0,25%.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.