Bolsas de NY tentam recuperar perdas e sobem

As bolsas em Nova York abriram em alta. Os investidores tentam recuperar parte das perdas de ontem, embora continuem preocupados com o mercado de crédito imobiliários para clientes de alto risco, conhecido como subprime, nos Estados Unidos. Às 10h40 (de Brasília), o índice Dow Jones subia 0,30%; o Nasdaq tinha ganho de 0,37%; e o S&P 500 operava em +0,45%. As bolsas reagem à divulgação de déficit menor em conta corrente no quarto trimestre nos EUA. O país registrou déficit em conta corrente de US$ 195,8 bilhões no quarto trimestre de 2006, inferior ao nível revisado de US$ 229,4 bilhões no terceiro trimestre. O noticiário relacionado aos problemas com o mercado subprime continua atraindo a atenção dos investidores. A H&R Block, que fornece serviços financeiros e de impostos, informou ontem à noite que não conseguiu terminar seu relatório do terceiro trimestre a tempo, citando a necessidade de ajustar seu fluxo de caixa em conseqüência da significante queda no valor de empréstimos hipotecários, incluindo o valor de empréstimos inadimplentes, na sua subsidiária de empréstimos subprime. A H&R informou que precisará contabilizar despesas antes de impostos de US$ 29 milhões no trimestre encerrado em 31 de janeiro. A companhia informou ainda que busca um comprador para a subsidiária Option One Mortgage Corp. As ações da H&R Block caíram 8,9%. As informações são da Dow Jones e agências internacionais.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.